O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Reciclagem de óleo

Em Recife, condomínios podem se cadastrar em campanha

Publicado em: terça-feira, 19 de junho de 2012

 Campanha estimula coleta de óleo de cozinha em prédios

 
Moradores de edifícios com mais de 20 apartamentos da Região Metropolitana do Recife (RMR) não têm mais desculpa para deixar de reciclar o óleo de cozinha usado. A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está cadastrando os condomínios interessados em receber um coletor da empresa de limpeza ASA. O serviço é gratuito e o óleo recolhido vira matéria-prima para a produção de sabão.
 
Para se inscrever, basta que o síndico do prédio vá até uma das dez lojas da Compesa no Grande Recife e preencha um formulário. O cadastro também pode ser feito pelo telefone 0800-081-0195. “Após a inscrição, a ASA instala os coletores. Quando estiverem cheios, o síndico liga para a empresa recolher”, explicou a gerente de Relacionamento com o Cliente da companhia, Fabiana Nascimento. O óleo de cozinha descartado deve ser sempre guardado em garrafas PET.
 
Além das questões de sustentabilidade e preservação do meio ambiente, a reciclagem ajuda a minimizar o problema de tubulações entupidas.
 
“A gordura que é jogada no ralo provoca obstruções nas tubulações e nas redes coletoras de esgoto da Compesa. Isso causa prejuízos tanto para os proprietários que gastam com manutenção do ramal, como para o meio ambiente”, disse a gerente.
 
Segundo ela, cerca de 70% das solicitações que a Compesa recebe para serviços de manutenção são decorrentes do despejo indiscriminado de óleo em ralos e pias.
 
A Compesa e a ASA já tinham uma parceria para reciclar óleo de cozinha. De janeiro até o começo deste mês, cerca de 207.690 litros haviam sido recolhidos. A expectativa é de que a quantidade de óleo descartada aumente cerca de 30%. Além disso, a Compesa vai ampliar o número de lojas que recebem o material, de cinco para oito unidades na RMR e uma em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata.
 
No prédio da médica Graça Sobral, na Torre, Zona Oeste do Recife, há cerca de dois anos é realizada a coleta, mas nem todos os moradores aderiram. “Essa nova iniciativa é boa, principalmente para estimular mais pessoas a participarem do descarte consciente.”
 
 

Fonte: http://jc3.uol.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...