O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Regras

Em São Paulo, votação soluciona problemas entre moradores do condomínio

Publicado em: quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Condomínio em SP define regras de uso das áreas comuns

Um condomínio no Morumbi, na Zona Sul de São Paulo, com três grandes torres, mais de 300 apartamentos e um total de 1,5 mil moradores, possui muitas áreas de lazer, como churrasqueira, brinquedoteca, quadra poliesportiva e piscina. Mas para evitar transtornos e controlar uso de visitantes, os moradores decidiram criar regras de convivência para os espaços comuns, como mostrou reportagem do SPTV desta terça-feira (31).
 
O zelador José Vitor de Paula conta que antes da criação das regras, a área da piscina era motivo de transtornos. “Era complicada porque o pessoal frequentava. Tinha muito visitante a gente não podia controlar todo mundo, então, não tinha como controlar o pessoal porque o pessoal convidava muita gente. daí tinha evento na churrasqueira e o pessoal vem para churrasqueira e quer ir para piscina. Daí ficava difícil”, conta o zelador.
 
Mas as coisas mudaram. A síndica profissional Roberta Cavata conta que há três meses numa reunião de condomínio acalorada ficou decidido que cada apartamento tem direito a dois convidados na piscina.
 
“Teve bastante gente contra, mas nos apartamentos mesmo, teve maioria, conseguimos chegar num bom senso”, conta a síndica Roberta Braga.
 
A situação divide opiniões. “Acho que quando o convidado está como hóspede que vem assim para dormir, não é uma visita, é um hóspede, aí tudo bem, mas como visita não sei, não acho muito legal, não”, diz a moradora Beatriz Martins.
 
Por enquanto o preço do condomínio permanece o mesmo porque não há um controle oficial dos convidados na piscina. Assim a síndica conta com o bom senso dos moradores. Mas quando houver um controle dependendo dos recursos usados para isso a taxa do condomínio poderá subir.
 
“Depende do tipo de instrumento que a gente vai utilizar para fiscalização. se vai ser cartão, se vai ser fitinha, se vai ser só exame médico, se a gente vai colocar uma pessoa pra poder fiscalizar”, avisa a síndica.

Fonte: http://www.cbnfoz.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...