O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Guia sobre Segurança

Segurança de condomínios durante as férias

Condomínio pode ficar mais frágil a invasões durante o período de férias, por isso é importante investir em segurança. Saiba o que fazer e o que evitar

19/12/16 08:46 - Atualizado há 3 meses
WhatsApp
LinkedIn
pessoa segura mala de viagem na cor bege com etiqueta
Nas férias em condomínios, entregas aumentam, as unidades ficam vazias e há mais convidados circulando pelas áreas comuns
iStock

O recesso de dezembro e janeiro é o descanso que todos aguardam ansiosamente! Momento de espairecer, curtir a família e amigos, viajar... quem não gosta? No entanto, a segurança de condomínios durante as férias pode se transformar em um ponto crítico. 

“Temos diversos pontos que devem ser levados em consideração nesse período: o número de entregas aumenta, as unidades ficam vazias, há mais convidados circulando pelo condomínio, entre outros fatores”, aponta o consultor de segurança especializado em condomínios Nilton Migdal.

O ponto principal para assegurar a segurança nas férias é se ater às regras e procedimentos de controle de acesso já existentes no condomínio, evitando assim que as exceções virem regra no período.

Veja abaixo dicas de como manter não só o seu condomínio, mas a sua unidade segura nessa época. Ao final, separamos 10 dicas bônus sobre os cuidados com seu apartamento durante o período em que estiver fora.

Atenção às encomendas em condomínios durante as férias

Na época de festas, é comum que o volume de entregas no condomínio aumente bastante. São cestas (que costumam ser grandes) e presentes, fazendo com que o entra-e-sai de entregadores aumente.

Às vezes, querendo agilizar o processo de entrada e entrega, o porteiro permite que um entregador entre junto de outro, o que pode fragilizar a segurança.

“O melhor é que o condomínio conte com um passa-volumes que permita que os itens entrem no condomínio sem o ingresso do entregador”, argumenta Nilton.

Ele também aponta que não se deve permitir a entrada de mais de um entregador de uma vez.

“Já vi pessoas mal intencionadas que até adesivam carro para passar mais ‘credibilidade’ e entrar sem problemas no condomínio”, argumenta.

Outros conteúdos dão orientações importantes sobre segurança de condomínios durante as férias, confira:

Festas no condomínio nas férias de dezembro e janeiro

As datas comemorativas costumam, realmente, ser movimentadas no condomínio, uma vez que quem fica em casa costuma receber amigos e parentes para confraternizar.

Assim como ocorre nas entregas, o controle de acesso de visitas deve ser igualmente rigoroso, e os profissionais de portaria devem ser encorajados a aplicar os procedimentos de segurança de forma rigorosa.

“É fundamental que quem for fazer uma festa deixe a lista com os nomes dos convidados na portaria. O porteiro também não pode ter medo de deixar as pessoas esperando lá fora. O mais importante é manter todos em segurança”, assinala o especialista em segurança e autor sobre o tema Jorge Lordello.

Os conteúdos listados abaixo também trazem informações relevantes sobre festas nas férias, no que diz respeito a barulho, uso adequado do salão de festas e controle de visitas, veja:

Outro ponto importante sobre a segurança do condomínio diz respeito à circulação de convidados pelas áreas comuns.

O anfitrião deve deixar claro os locais onde os convidados podem circular- preferencialmente apenas o salão de festas, área gourmet ou a própria unidade.

“Não é porque é convidado de alguém que a pessoa pode ficar passeando pelo condomínio”, pesa Nilton.

Portaria remota: Procedimentos para férias

Para quem tem esse sistema no seu condomínio é fundamental se ater às regras de uso.

“Quem for viajar e tiver uma visita, alguém de fora que virá molhar as plantas, por exemplo, deve deixar avisado com antecedência”, afirma Mauro Mandeltraub, diretor da empresa Mantra Monitoramento.

O diretor explica que durante o período as empresas do segmento não devem adotar nenhum tipo de operação especial, como diminuir o número de operadores no período. 

“O importante é seguir os procedimentos de sempre, de forma bem-feita”, assinala Mauro.

Inspecionar o sistema de segurança, áreas comuns e monitorar imediações

O síndico deve verificar o funcionamento de todo o sistema de segurança - alarmes, CFTV, portões, clausuras, perimetral etc.

Em edifícios com grandes áreas externas, os funcionários devem ser orientados fazerem rondas periódicas, especialmente à noite.

Os funcionários devem estar sempre atentos ao que acontece nas imediações do condomínio. Carros parados por um longo período, pessoas estranhas observando o movimento ou qualquer outro fato estranho deve ser comunicado imediatamente ao zelador, à empresa responsável pela segurança ou mesmo à polícia.

E antes de abrir o portão da garagem, o porteiro deve identificar quem está dentro do veículo e só permitir a entrada de carros cadastrados.

Áreas de lazer em ordem durante o recesso

Playground, brinquedotecas, quadras esportivas, salão de jogos etc: a principal orientação é para que os brinquedos sejam regularmente vistoriados, para verificar possíveis defeitos.

Brinquedos móveis, como gangorra e gira-gira, merecem atenção redobrada. E as crianças menores de cinco anos devem estar sempre acompanhadas por um responsável, que poderá socorrê-las imediatamente no caso de um acidente. 

No vídeo abaixo, o advogado João Paulo Rossi Paschoal comenta que crianças desacompanhas circulando nas áreas comuns pode configurar abandono de incapaz, assista:

Segurança dentro das unidades durante as férias: Veja 4 pontos de atenção

Durante as férias de final de ano aumenta o número de furtos em condomínio. Segundo José Elias de Godoy, diretor da empresa de segurança para condomínios Suat, são aqueles bandidos que se aproveitam de falha no sistema e nos procedimentos simples de segurança, para entrar e roubar o que estiver mais ao alcance.

“Uma vez fiz um levantamento e fiquei bastante alarmado: cerca de 30% dos moradores de prédios não trancam a porta da unidade ao sair de casa, ou ao chegar. Isso fragiliza demais a segurança da unidade”, assinala Lordello.

Veja 4 pontos de atenção para evitar que a sua unidade seja alvo de um furto ou assalto desse tipo:

1. Não divulgue no condomínio sobre a sua viagem

“Caso seja necessário, avise apenas o síndico e peça sigilo ao mesmo. Quanto menos pessoas souberem quando você vai e quando você volta, melhor”, recomenda Jorge Lordello.

2. Não deixe sua chave “rodando” pelo condomínio

Não se deve deixar a chave na portaria. É ali o primeiro lugar que bandidos vão procurar chaves quando entram no condomínio. Também evite deixar a chave “escondida” embaixo do capacho, em vasos de plantas ou outros locais do tipo. 

3. Alarme de segurança

Há quem ache estranho, mas é possível, sim, instalar um alarme na sua unidade, que pode, ou não estar conectado a uma empresa de segurança. “O importante é que o barulho afasta quem entrou ali querendo roubar”, argumenta Nilton.

4. Fechaduras digitais ou biométricas

Uma opção para quem busca mais segurança são as fechaduras digitais, com recursos avançados como compatibilidade com Alexa e Google Assitente, possibilidade de cadastro de até 100 senhas ou fechaduras biométricas. Não são baratas, mas com esse equipamento o uso de chaves não é necessário.

“O investimento vale a pena, porque se você se mudar para outro local, pode levar o equipamento com você”, argumenta Lordello.

10 dicas bônus de segurança nas férias para moradores viajarem tranquilos

Como prevenção nunca é demais, abaixo listamos mais 10 dicas bônus dos especialistas entrevistados para que moradores do condomínio implementem não apenas quando vão viajar, mas no dia a dia, garantindo não apenas a segurança da sua unidade, mas do condomínio como um todo. Confira!  

1) Tranque todas as portas e janelas antes de sair

2) Deixe autorizado o acesso da diarista ou funcionária, caso a mesma venha durante sua ausência

3) Feche o registro do gás da sua unidade

4) Tire todos os equipamentos das tomadas

Esta medida simples vai proteger os equipamentos de uma possível descarga elétrica, além de economizar energia. Em caso de queda ou falta de energia, seu restabelecimento pode danificar os equipamentos e até causar incêndio.

5) Feche todos os registros de água da cozinha e banheiro 

Essa medida evita vazamentos e alagamentos.

6) Deixe a chave do apartamento com alguém de confiança

Assim, a pessoa pode entrar no local, caso ocorra algum problema. Nesse caso, o morador deve entregar as chaves a um vizinho ou preposto, formalizando uma autorização, para que a pessoa possa entrar no prédio.

7) Evite deixar animal de estimação sozinho no apartamento

Caso seu pet vá ficar e você decida designar uma pessoa de sua confiança para cuidar dele, deixe avisado de antemão no condomínio com autorização formal.

8) Suspenda a entrega de jornais e revistas no período em que estiver fora

9) Comunique sua ausência a um vizinho de confiança

Assim como a possível data de retorno e deixe um telefone que possa ser contatado em caso de alguma emergência. Ligue para ele de vez em quando, para saber se está tudo bem.

10) Nada de louças sujas ou lixo nas lixeiras

Esse costume atrai insetos e provocam mau cheiro. Além disso, descarte os sacos de lixo antes de trancar a porta e viajar.

Agora que você já sabe tudo sobre segurança de condomínios durantes as férias, adicione mais conhecimento lendo esta matéria sobre Tipos de invasões a condomínios e como se prevenir.

Fontes consultadas: Nilton Migdal (consultor em segurança condominial), Mauro Mandeltraub (Mantra Monitoramento), José Elias de Godoy (consultor de segurança) e Jorge Lordello (especialista em segurança).

Matérias recomendadas

Web Stories

Ver mais

Newsletter

Captcha obrigatório

Confirmar e-mail

Uma mensagem de confirmação foi enviada para seu e-mail cadastrado. Acesse sua conta de email e clique no botão para validar o acesso.

Esta é uma medida para termos certeza que ninguém está utilizando seu endereço de email sem o seu conhecimento.
Ao informar os seus dados, você confirma que está de acordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso do Síndico.
Aviso importante:

O portal SíndicoNet é apenas uma plataforma de aproximação, e não oferece quaisquer garantias, implícitas ou explicitas, sobre os produtos e serviços disponibilizados nesta seção. Assim, o portal SíndicoNet não se responsabiliza, a qualquer título, pelos serviços ou produtos comercializados pelos fornecedores listados nesta seção, sendo sua contratação por conta e risco do usuário, que fica ciente que todos os eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da contratação/aquisição dos serviços e produtos listados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do fornecedor contratado, sem qualquer solidariedade ou subsidiariedade do Portal SíndicoNet.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Não encontrei o que procurava Quero anunciar no SíndicoNet