O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Guia sobre Segurança

Segurança nas férias

Condomínio pode ficar mais frágil a invasões. Saiba como evitar

Condomínio pode ficar mais frágil a invasões. Saiba como evitar

As férias do final do ano são esperadas por todos! Momento de espairecer, curtir a família e amigos, viajar... quem não gosta? 

Mesmo sendo esse período agradável para todos, ele pode ser crítico para a segurança do condomínio. 

“Temos diversos pontos que devem ser levados em consideração nesse período: o número de entregas aumenta, as unidades ficam vazias, há mais convidados circulando pelo condomínio, entre outros fatores”, aponta o consultor de segurança especializado em condomínios Nilton Migdal.

O ponto principal para o período é se ater às regras de segurança e procedimentos de entrada já existentes no condomínio, evitando assim que as exceções virem regra no período.

Veja abaixo dicas de como manter o seu condomínio seguro nessa época.

Entregas

Com a aproximação do Natal, é comum que o volume de entregas no condomínio aumente bastante. Cestas de Natal costumam ser grandes, além da entrega de presentes, faz com que o entra-e-sai de entregadores aumente.

Às vezes, querendo agilizar o processo de entrada e entrega, o porteiro permite que um entregador entre junto de outro, o que pode fragilizar a segurança.

“O melhor é que o condomínio conte com um passa-volumes que permita que os itens entrem no condomínio sem o ingresso do entregador”, argumenta Nilton.

Ele também aponta que não se deve permitir a entrada de mais de um entregador de uma vez.

“Já vi pessoas mal intencionadas que até adesivam carro para passar mais ‘credibilidade’ e entrar sem problemas no condomínio”, argumenta.

Festas no condomínio

Os dias de Natal e Ano Novo costumam, realmente, ser movimentados no condomínio, uma vez que quem fica em casa costuma receber amigos e parentes para confraternizar.

Assim como ocorre nas entregas, o controle de acesso de visitas deve ser igualmente rigoroso, e os profissionais de portaria devem ser encorajados a aplicar os procedimentos de segurança de forma rigorosa.

“É fundamental que quem for fazer uma festa deixe a lista com os nomes dos convidados na portaria. O porteiro também não pode ter medo de deixar as pessoas esperando lá fora. O mais importante é manter todos em segurança”, assinala o especialista em segurança e autor sobre o tema Jorge Lordello.

Outro ponto importante sobre a segurança do condomínio diz respeito sobre a circulação de convidados pelo local.

O anfitrião deve deixar claro os locais onde os convidados podem circular- preferencialmente apenas o salão de festas, área gourmet ou a própria unidade.

“Não é porque é convidado de alguém que a pessoa pode ficar passeando pelo condomínio”, pesa Nilton.

Portaria virtual

Para quem tem esse sistema no seu condomínio é fundamental se ater às regras de uso.

“Quem for viajar e tiver uma visita, alguém de fora que virá molhar as plantas, por exemplo, deve deixar avisado com antecedência”, afirma Mauro Mandeltraub, diretor da empresa Mantra Monitoramento.

O diretor explica que durante o período as empresas do segmento não devem adotar nenhum tipo de operação especial, como diminuir o número de operadores no período. 

“O importante é seguir os procedimentos de sempre, de forma bem-feita”, assinala Mauro.

Segurança dentro das unidades

“Durante as férias de final de ano aumenta o número de furtos em condomínio. São aqueles bandidos que se aproveitam de uma falha no sistema de segurança para entrar e roubar o que estiver mais ao alcance”, explica José Elias de Godoy, diretor da empresa de segurança para condomínios Suat.

“Uma vez fiz um levantamento e fiquei bastante alarmado: cerca de 30% dos moradores de prédios não trancam a porta da unidade ao sair de casa, ou ao chegar. Isso fragiliza demais a segurança da unidade”, assinala Lordello.

Veja algumas dicas para evitar que a sua unidade seja alvo de um furto ou assalto desse tipo

  • Não divulgue no condomínio sobre a sua viagem - “Caso seja necessário, avise apenas ao síndico, e peça sigilo ao mesmo. Quanto menos pessoas souberem quando você vai e quando você volta, melhor”, a dica é de Jorge Lordello
  • Não deixe sua chave “rodando” pelo condomínio - Não se deve deixar a chave na portaria. É ali o primeiro lugar que bandidos vão procurar chaves quando entram no condomínio. Também evite deixar a chave “escondida” embaixo do capacho, em vasos de plantas ou outros locais do tipo. 
  • Alarme de segurança - Há quem ache estranho, mas é possível, sim, instalar um alarme na sua unidade, que pode, ou não estar conectado a uma empresa de segurança. “O importante é que o barulho afasta quem entrou ali querendo roubar”, argumenta Nilton.
  • Fechaduras biométricas - Uma opção para quem busca mais segurança são as fechaduras biométricas. Não são baratas, mas com esse equipamento o uso de chaves não é necessário. “O investimento vale a pena, porque se você se mudar para outro local, pode levar o equipamento com você”, argumenta Lordello.
  • Furtos no condomínio: de quem é a responsabilidade?

Veja abaixo dez dicas para moradores de condomínios não fragilizarem a segurança do condomínio:

  1. Tranque todas as portas antes de sair
  2. Não deixe a sua chave na portaria 
  3. Não “esconda” a chave embaixo do capacho ou em um vaso próximo da sua porta
  4. Evite avisar a todos sobre o período em que estiver viajando. Quanto menos souberem sobre as datas de ida e volta, mais seguro
  5. Deixe autorizado o acesso da empregada doméstica, caso a mesma venha durante sua viagem
  6. Feche o registro do gás da sua unidade
  7. Caso dê uma festa na sua unidade, deixe a lista com os nomes dos convidados na portaria
  8. As visitas devem continuar passando pelos procedimentos de segurança normalmente
  9. Caso vá algum parente cuidar do seu bicho de estimação ou molhar as plantas, deixe avisado de antemão no condomínio
  10. Vai receber visitantes no espaço gourmet ou salão de festas? Não deixe os convidados circulando pelo condomínio

 

Fonte: Nilton Migdal, consultor em segurança condominial, Mauro Mandeltraub, diretor da Mantra Monitoramento, empresa de portaria virtual, José Elias de Godoy,

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...