O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Selo verde

Edificações poderão ter atestada a sua eficiência energética pelo Inmetro

Publicado em: sexta-feira, 2 de agosto de 2013

 Prédios terão selos de eficiência energética do INMETRO

A ideia é a mesma já utilizada em eletrodomésticos
  
Edifícios comerciais, de serviços e públicos, novos ou antigos, poderão ter um selo atestando a eficiência energética do prédio com a finalidade de estimular a redução do consumo de energia. A ideia é a mesma já utilizada em eletrodomésticos (que indicam nível de eficiência de “E” a “A”) .
 
O selo está previsto na portaria nº 299 do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO), publicada no final de junho e se aplica a todo o País. A norma cria o Regulamento Técnico da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética de Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos (RTQ-C).
 
"Com o selo, o locatário saberá exatamente quanto o prédio consome de energia, podendo assim optar por um mais eficiente", afirma Ângela Cardoso, gestora da Keyassociados. “O selo não é obrigatório, mas representa um diferencial competitivo para as companhias”, acrescenta. Mesmo sem essa obrigatoriedade, alguns prédios já estão em fase de etiquetação, como, por exemplo, a Faculdade de Tecnologia Nova Palhoça, de Santa Catarina, e a Escola Estadual Bairro Luz, em São Paulo.
 
A avaliação do nível de eficiência dos edifícios será realizada por meio da classificação de três sistemas: envoltória (área de janelas, tipo de vidros, dimensões da edificação etc.), iluminação (contribuição da luz natural, desligamento automático do sistema de iluminação etc.) e ar condicionado (nível de eficiência do aparelho).
 
“Esse selo vai estimular a eficiência energética dos prédios. Por exemplo, um edifício que esteja classificado no nível C pode implantar medidas para melhorar a sua eficiência energética”, diz Ângela.
 
Segundo a consultora, em edificações existentes, muitas vezes medidas simples como mudança de cor de paredes e aumento do tamanho das janelas possibilitam uma melhora na certificação. "Para a pintura das fachadas recomenda-se uma tinta com baixo índice de absorvência solar, evitando o aquecimento das paredes e consequentemente o aquecimento do ambiente, que, por sua vez, aumentaria o consumo de energia do ar condicionado."
 
Para obter a certificação, o proprietário do prédio deve procurar inicialmente uma consultoria para ajudar a traçar um plano para tornar a construção mais eficiente do ponto de vista energético, a fim de que possa, posteriormente, procurar uma certificadora.

Fonte: http://www.bemparana.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...