O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Eventos

Sistemas prediais

SindusCon-SP e Secovi-SP promovem seminário de tecnologia sobre o tema

Publicado em: terça-feira, 17 de julho de 2012

 Eficiência e produtividade em foco no 8º Seminário de Sistemas Prediais

Evento realizado pelo SindusCon-SP contou nesta edição com parceria do Secovi-SP 
 
O SindusCon-SP promoveu no final de junho, em parceria com o Secovi-SP, o 8º Seminário de Tecnologia de Sistemas Prediais – Qualidade e Inovação. O presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe, disse na abertura do evento que, com a fase de forte expansão da construção civil chegando ao fim, o setor se tornará cada vez mais competitivo e só as empresas que buscarem melhorias de produtividade e ganhos de eficiência é que permanecerão no mercado. Paulo Rewald, diretor de Normalização, e Marcos Velletri, diretor de Insumos, ambos da vice-presidência de Tecnologia e Qualidade do Secovi-SP, participaram do evento, sendo o VP Carlos Borges representado por Rewald na abertura do seminário.
 
Rewald destacou a participação do Secovi-SP junto com o SindusCon-SP na organização do evento.
 
“A experiência do Secovi-SP de todos esses anos de atividades junto aos sistemas prediais contribuiu muito com o seminário. Isso foi percebido pelo interesse do público, que participou do começo ao fim. Formato e temática foram assertivos”, constatou o diretor de Normalização.
 
Sobre os assuntos debatidos, Paulo Rewald elogiou a palestra de José Jorge Chaguri Junior, sobre aquecimento central de água. “Foi extremamente prática, demonstrando a nossa experiência depois de quatro anos de a legislação estar em vigor. Nesses anos, assistimos a muitas palestras sobre aquecimento solar, e decidimos focalizar, neste seminário, o aquecimento central, demonstrando as diferenças entre os sistemas, de maneira didática, para o público em geral”, disse Rewald.
 
A questão de sustentabilidade nos edifícios, outro tema do seminário, foi abordada em vários momentos. “Falou-se sobre a importância do comissionamento para que um prédio seja sustentável na sua ocupação, levando adiante práticas relacionadas ao assunto, além da apresentação de um levantamento de edifícios que aplicam novos sistemas e tecnologias sustentáveis.”
 
Marcos Velletri disse que, no evento, mais uma vez ficou evidente a importância de projetos bem contratados e desenvolvidos para que o resultado final seja uma obra de qualidade para quem empreende, quem a constrói e quem a utiliza.
 
“Ficou claro que esses resultados são muito facilitados se a construtora parceira for contratada para acompanhar o desenvolvimento dos projetos desde o momento em que a incorporadora decide empreender”, informou o diretor do Secovi-SP. “A vice-presidência de Tecnologia e Qualidade do Sindicato coordena há dez anos o trabalho de desenvolvimento dos Manuais de Escopo de Contratação de Projetos e Serviços, grandes ferramentas que facilitam essas relações.”
 
Sergio Watanabe destacou a importância de eventos como este, que podem auxiliar na sobrevivência das empresas, sobretudo no contexto atual, com a sustentabilidade em alta e os debates que marcaram a Rio+20. “Está claro que a eficiência energética é um assunto fundamental para nós”, afirmou. Jorge Batlouni Neto, coordenador do CTQ (Comitê de Tecnologia e Qualidade), concordou. “São os sistemas prediais que determinam o tamanho das contas que os usuários pagarão. Temos de racionalizá-los e fazê-los mais eficientes”, disse. Por essa temática, o seminário deste ano privilegiou as práticas das instalações. “Nossa meta sempre foi cuidar da disseminação de informações úteis ao setor”, afirmou Paulo Sanchez, vice-presidente de Tecnologia e Qualidade do SindusCon-SP.
 

Aquecimento solar

 
Segundo o engenheiro José Jorge Chaguri Junior, mestre em energia e diretor da Chaguri Consultoria e Engenharia de Projetos, a sustentabilidade dos sistemas prediais com eficiência energética continua sendo o maior desafio do macrossetor da construção civil, sobretudo se levada em conta a experiência da Lei do Aquecimento Solar (Lei 14.459), que vigora desde 2008 na cidade de São Paulo. “A prática do setor provou que não é só instalar o sistema num edifício para garantir-se uma utilização eficiente. Muitas vezes, poderemos ter instalado um sistema que força maior gasto de energia e de água.”
 
No município de São Paulo, segundo a lei, todo imóvel novo com quatro ou mais “aposentos com vaso sanitário” precisa ser entregue com o sistema de aquecimento de água por energia solar instalado. Abaixo disso, somente a previsão (prumadas e sistema de distribuição) é exigida.
 
Devido a essa exigência legal, segundo Eduardo Casqueira, engenheiro eletricista da Cyrela Brazil Realty, a participação do setor de instalações é fundamental desde a fase de projeto, assim como a execução de processos de gestão da qualidade e o envolvimento do projetista na etapa de elaboração da documentação as built (relatório que atesta com exatidão todos os detalhes construtivos verificados no empreendimento real).
 

Case de sucesso

 
Para ilustrar a aplicação de soluções sustentáveis, o 8º Seminário de Sistemas Prediais do SindusCon-SP destacou o case “Infinity Tower”, da Yuni Incorporadora, erguido pela Método Engenharia. Para Cesar Ramos, gerente de projetos da Yuny, com as soluções aplicadas, foi possível obter redução de 14% do consumo de energia e de 45% do consumo de água potável, por exemplo.
 

Comissionamento

 
O papel do agente comissionador também foi discutido. “Se o procedimento for feito desde o início da obra, o prazo final será até mais curto, porque muitas falhas serão evitadas”, observou o engenheiro Pedro Bosco, da consultoria Bosco & Associados, especialista em sistemas eletrônicos.
 
Comissionamento, explicou Bosco, é um processo de verificação e documentação para garantir que todos os sistemas de um empreendimento, e suas partes, sejam planejados, projetados, instalados, testados, operados e mantidos conforme as especificações do proprietário.
 

Fonte:

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...