O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Tática de assalto

Homem é preso após sequestrar doméstica para invadir condomínio

Publicado em: quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Assaltante é preso após sequestrar doméstica para roubar casa em condomínio de luxo 8/12/2015Impressão

Uma tentativa de roubo frustrada no Condomínio de luxo Soleil Résidence terminou com a prisão de um dos assaltantes e a libertação de reféns, entre elas duas crianças, na manhã de ontem, em Umuarama. Durante todo o dia, equipes das polícias Militar e Civil realizaram buscas na tentativa de localizar os outros dois ladrões, que já teriam sido identificados. 
 
Esse foi a segunda ação de ladrões no residencial. Há pouco mais de dois meses, outro morador teve a casa arrombada durante o final de semana e o prejuízo deixado passou R$ 170 mil. O caso ainda não foi elucidado e na época a vítima questionou a segurança do local, que informou que a cerca elétrica e o sistema de circuito interno estariam desativados quando da ação dos ladrões. 
 
Segundo o superintendente da 7ª SDP, Antonio Carlos Borges, os dois casos são independentes e não há ligação entre o primeiro furto e o roubo de ontem.
 
“Estamos investigando os dois casos, mas eles não tem relação”, afirmou Borges. 
 
De acordo com o comandante das equipes da Rádio Patrulha Auto – RPA do 25º BPM, 2º tenente Mikael Torres, os ladrões teriam ido até a casa da empregada e renderam ela e dois filhos menores, uma menina de 12 anos e um bebê de oito meses. Um dos assaltantes permaneceu na casa com a menor de 12 anos e os outros dois levaram a doméstica e o bebê até o condomínio. Na tentativa de não levantar suspeitas, usaram o carro da empregada para entrar no residencial. 
 
Na casa, os ladrões estariam em busca de um cofre, que apesar de encontrado, não chegou a ser aberto. Os assaltantes também já teriam separado bens para serem levados quando a Polícia Militar chegou ao local. Eles parmaneceram por cerca de duas horas dentro da casa. A denúncia foi feita por outros moradores, que estranharam a movimentação. Os donos do imóvel estão em viagem. 
 
Um dos ladrões, Jonathan Vieira Raimundo, 23 anos, foi preso em flagrante quando tentava fugir. Com ele a polícia encontrou R$ 647 e uma coleção de moedas de 12 nacionalidades diferentes, além de uma pistola. O outro comparsa conseguiu fugir por uma mata nos fundos do condomínio. 
 
Para a polícia, Raimundo teria confessado ter sido o mentor do roubo e indicado o nome dos comparsas, Leandro e Júnior. Os três teriam se conhecido dentro da cadeia pública de Umuarama. Raimundo foi solto em fevereiro, depois de cumprir pena por roubo. Os outros dois homens seriam foragidos e moradores de Guaíra. A arma usada no crime teria sido comprada por Raimundo no Paraguai, por R$ 3,6 mil. 
 
Ainda segundo comandante da RPA, as vítimas não foram agredidas fisicamente.
 
“Quando o Jonathan (Raimundo) foi preso, ele afirmou que um assaltante ficou na casa da empregada com a menina de 12 anos. De imediato uma equipe foi até o local”, relatou o militar. 
 
Na casa, a menor teria informado à polícia que o ladrão teria recebido um telefonema pouco antes e fugido em seguida. “A menina estava ainda em choque. Uma policial feminina conseguiu à acalmar”, explicou Mikael. 
 
O carro de Raimundo, um Vectra verde, também foi apreendido. O carro estava próximo a casa da vítima, no conjunto San Martin, em Umuarama.
 
“Acreditamos que os ladrões tinham informações privilegiadas sobre a rotina da empregada da casa e sobre a existência do cofre”, finalizou o militar.

Fonte: http://www.ilustrado.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...