O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Trabalho juvenil

Programa profissionalizante promove debate sobre o tema

Publicado em: quarta-feira, 1 de maio de 2013

Ampliar promove debate sobre trabalho juvenil dia 13/5

 
No Brasil, os adolescentes não podem ser empregados, até que completem 16 anos. A única alternativa para que possam ter a oportunidade de, formalmente, obter alguma renda e experiência profissional é como aprendizes. E há uma lei para tanto.
 
A dúvida é: essa legislação está funcionando? Atende aos jovens e às empresas? Como melhorar as condições de vida daqueles que precisam e querem trabalhar? Até que ponto o trabalho não é também uma forma de educação?
 
São questões como estas que o próximo Debate Ampliação, dia 13/5, a partir das 9 horas, na sede do Secovi-SP (rua Doutor Bacelar, 1043, Vila Mariana) vai focalizar o tema “Trabalho na Adolescência – os Prós e os Contras”, trazendo à discussão o desemprego juvenil, as leis para empregar estes jovens, apresentar as diferenças entre estágio e inclusão no mercado como jovem aprendiz e demais temas relevantes para o presente e o futuro dos adolescentes brasileiros.
 
“O acesso ao ensino profissionalizante pode fazer a diferença entre abraçar uma carreira digna e ser cooptado para o comércio das drogas. Trabalhar não é coisa feia ou ruim. Ao contrário: é o que dignifica, enobrece, faz crescer e prosperar. Claro que não cogito colocar uma pessoa em tenra idade operando máquinas ou mexendo com produtos químicos. Mas não há contraindicação alguma aos ofícios de auxiliar de escritório, assistente de cabelereiro ou web design, por exemplo”, afirma Maria Helena Mauad, presidente do Ampliar.
 
O Debate Ampliação contará com as palestras de Almir Pazzianotto, ministro do Tribunal Superior do Trabalho (1985 a 1988); Maria José Sawaya do Vale, procuradora Regional do Trabalho do Ministério Público; e Antônio Carlos Malheiros, desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo - Vara da Família.
 
Entre os debatedores estão Guilherme Afif Domingos; vice-governador de São Paulo; Felipe Locke Cavalcanti, procurador do Ministério Público; Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, coordenador do Comitê de Direito Penal do Centro de Estudos da Sociedades de Advogados (CESA); Ricardo Izar Júnior, deputado federal; Alvino Souza e Silva, superintendente da Liga Solidária e Wilton Carvalho, presidente da Wilton Promoções e Assessoria. O empresário Antonio Setin, que começou a trabalhar aos 13 anos, dará seu depoimento.
 
O evento é gratuito, mediante à doação de um agasalho para a Campanha do Ampliar. Informações e inscrições: (11) 5591-1306 ou www.ampliar.org.br<http://www.ampliar.org.br> .
 
Sobre o Ampliar – É um programa de profissionalização de jovens e adolescentes em situação de risco, que conta com o apoio do Secovi-SP. Fornece instrumental básico para que possam ocupar seu lugar no mercado formal de trabalho e evitar sua ida às ruas. A iniciativa é complementar ao ensino regular dos alunos. O Ampliar já foi ponte para empregar aproximadamente 70% dos mais de 38 mil jovens formados em 22 anos de atividades.

Fonte: Secovi

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...