O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Mundo estranho

Visita inusitada

Em Campo Grande, tamanduá passeia por condomínio durante a noite

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Moradora chama PMA após tamanduá invadir condomínio no Vila Nasser

O animal andou a noite toda nas ruas do residencial

Uma moradora de um condomínio da Vila Nasser, bairro da região Sul de Campo Grande, amanheceu com uma visita inusitada em seu quintal, um tamanduá-bandeira, que estava passeando pelo gramado dos fundos da sua casa neste sábado (15). Ela chamou uma equipe da Polícia  Militar Ambiental (PMA) para recolher o animal. 

O tamanduá entrou no condomínio por um buraco que há em um dos muros que divide o condomínio de uma reserva. O animal que é da espécie Myrmecophaga tridactyla, ocupa a categoria “vulnerável” da Lista Nacional das Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção. As causas recorrentes da queda das populações de tamanduás, são a perda e fragmentação de habitat, queimadas e caça.  

Em Mato Grosso do Sul, o animal já foi destaque na mídia outras vezes. No início desse ano, uma pesquisa inédita desenvolvida pela bióloga Mariana Catapani, investigou até que ponto a superstição da população interferia na matança desenfreada de tamanduás-bandeira no estado. 

Isso porque muitas culturas preservam o hábito de agredir esses animais por acreditar que eles “atraem” azar. A pesquisa foi motivada pelos números alarmantes de mortes desse animal em rodovias. De 2013 a 2014, o tamanduá-bandeira foi a terceira espécie mais atropelada, depois do cachorro-do-mato e do tatu-peba, com 135 carcaças encontradas em rodovias estaduais.

A moradora contou que o animal andou a noite toda pelo condomínio e logo pela manhã estava no quintal dela.“Ele está muito cansado, no início da manhã  deitou na grama e dormiu. Tem uma parte do condomínio que está sem muro, ele entrou por lá", disse a moradora. 

Uma equipe da PMA foi acionada para resgatar o animal e levá-lo novamente à uma reserva em Campo Grande. 

 

 

Fonte: https://www.correiodoestado.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...