O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Vizinho à obra

Condomínios em Santos reclamam de balanço devido a novo prédio

Publicado em: terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Imóveis balançam com obra na Aparecida

Moradores reclamam do surgimento de rachaduras nos imóveis, após início de fundação   Na tarde da última quinta-feira, fortes barulhos seguidos da movimentação dos imóveis assustaram moradores da Rua Guaiaó, na Aparecida, em Santos. A princípio, eles acharam que fossem dos trovões que ocorriam no momento. Depois, perceberam que os estrondos eram provenientes das obras de fundação de um prédio comercial. Os vizinhos da construção reclamam do surgimento de rachaduras nos imóveis, após o início dos serviços.

“A casa começou a balançar muito. Eram muitas batidas. Os vizinhos saíram todos para a rua para ver o que era. Dois porta-retratos que estavam na estante caíram. Não sei qual o tipo de estacamento que estão utilizando, pois moramos a uma quadra da obra”, disse Nanci Alonso, que mora próximo ao local.

Segundo Nanci, os moradores foram até as obras verificar o que estava acontecendo. “Alguns vizinhos foram falar com os trabalhadores e eles disseram que não era para se preocupar”. O comerciante Marcus Vinícius é vizinho de Nanci. Em sua loja há rachaduras nas paredes. “Elas surgiram quando os outros dois prédios ao lado da obra foram construídos. Na época conversamos com o engenheiro de lá, que fez a vistoria, e ele disse que tinha relação com outra edificação que já está pronta. Consertamos e fizemos o laudo. No entanto, elas começaram a surgir novamente. Na parte de cima da casa, as rachaduras estão piores”, relata. Vinícius conta que outros vizinhos também se queixam de danos nos imóveis. “O pessoal foi lá e disseram que se ocorrer alguma alteração é para comunicar. Queremos apenas saber o que está ocorrendo e no caso de acontecer alguma coisa a quem poderá tomar providências”, afirma. Construtora explica método para erguer o edifício Por meios de nota, a Construtora Miramar informou que, na construção do edifício Praiamar Corporate não é utilizado o método de fundação tipo ‘bate-estaca’ e que o tipo de serviço utilizado é o de Estaca Escavada de Grande Diâmetro. Segundo eles, esse método não apresenta vibração na execução ou qualquer risco aos imóveis vizinhos. Ainda de acordo com a construtora, na última quinta-feira e ontem foram realizados ensaios de Prova de Carga Dinâmica em apenas cinco estacas. O trabalho, que atende as normas construtivas, foi executado para determinar a capacidade de ruptura da interação estaca-solo, sendo realizado por meio de golpes de um sistema de percussão. Quanto as rachaduras, a Miramar informou que o imóvel citado se encontra distante do raio de influência da obra, razão pela qual a empresa acredita não ter relação com a mesmo. No entanto, se coloca a disposição para avaliar tecnicamente as reclamações.

Fonte: http://www.diariodolitoral.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...