O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Abuso de vulnerável

Deficiente mental teria sido estuprada por zelador, em Cuiabá

Publicado em: terça-feira, 1 de julho de 2014

Zelador teria estuprado jovem deficiente mental

O zelador Gesiel Marques de Moraes, de 35 anos, está sendo acusado de estuprar uma jovem de 26 anos, deficiente mental. O crime ocorreu anteontem, por volta das 21 horas, no Bairro Novo Mato Grosso (antigo 13 de Setembro) em Várzea Grande, após a vítima sair de uma igreja evangélica, localizada na rua Poconé que ela frequenta. O suspeito, autuado por estupro de vulnerável, estaria usando nome falso. 
 
O caso foi parar na Delegacia, após uma irmã da garota descobrir que a vítima tinha saído da igreja e fora vista em companhia do suspeito que reside nos fundos da igreja. 
 
A irmã explicou que a garota saiu em companhia do suspeito sem o consentimento de familiares. Ela foi vista entrando num setor escuro da rua onde o suspeito admitiu que beijou a garota. Ele alegou que não fez mais nada, pois não sabia que a jovem tem deficiência mental. 
 
“Um parente nosso viu minha irmã no local escuro em companhia de um desconhecido, mas como eu já tinha visto o rapaz (zelador), não tive dúvidas de quem seria”, relatou a irmã. 
 
Ao procurar a garota, familiares a localizaram sozinha, mas viram um vulto saindo por outra rua e chegando aos fundos da igreja, onde exatamente reside o zelador. 
 
Policiais militares acionados pelos familiares da garota localizaram o suspeito na casa dele. De lá, ele foi levado para a Central de Flagrantes de Várzea Grande e autuado por estupro. (AR) 
 

Fonte: http://www.diariodecuiaba.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...