O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Convivência

Agressão em condomínio

Casal de idosos gay são agredidos fisicamente por vizinhos

Publicado em: quarta-feira, 10 de maio de 2017

Casal de idosos gay é espancado no Rio de Janeiro

Flavio MIcellis e Eduardo Michels sofreram agressões no condomínio onde eles moram no Rio de Janeiro

No Brasil, o preconceito contra casais gays, lésbicos, bissexuais e transexuais vem crescendo com o decorrer dos anos. Em 2014, um homossexual sofria violência a cada hora no Brasil e esse número só aumenta. Tivemos um caso recentemente muito chocante e até mesmo revoltante onde um casal de idosos gays sofreu violência física no Rio de Janeiro da sua própria vizinhança e foram para o Hospital de Grajaú, na Zona Norte do Rio, depois de um deles reclamar de muita dor nos locais que foram atingidos, como na cabeça e na parte genital.

Flavio Micellis, engenheiro civil de 60 anos de idade, e Eduardo Michels, servidor público aposentado com 62 anos de idade, foram espancados violentamente por aproximadamente 20 pessoas, no último feriado de Tiradentes, dia 21.

Os agressores seriam seus próprios vizinhos do condomínio onde eles moram no bairro Tijuca, Zona Norte do Rio De Janeiro.

O casal já havia sofrido homofobia outras vezes no condomínio, porém nunca havia chegado ao extremo como chegou no dia 21. Conforme relatos, foi praticamente uma tentativa de homicídio. O grupo estava agredindo para matar o casal, mas não conseguiu graças a algumas senhoras, que apartaram a briga pedindo para eles pararem.

A agressão já estaria planejada pelos moradores do local, pois nos dias anteriores Micellis e Michels já tinham ouvido ameaças e xingamentos. O casal já era perseguido por esses moradores porque eles já tinham denunciado à imobiliária a perturbação nos finais de semana com churrasco.

Os moradores do condomínio também fariam questão de incomodar o casal, fazendo com que toda a fumaça do churrasco entrasse pela janela da casa dele, que ficava em frente ao local onde os condôminos fazem reuniões e festas.

Micellis e Michels contam que não tinha um final de semana que podiam descansar e relaxar na própria casa por conta dos moradores que faziam de tudo para atormentá-los. Eles contam que, mesmo com mais de 20 anos de casados, essa é a primeira vez que acontece de serem agredidos fisicamente por conta da sua orientação sexual.

Flavio e Eduardo estão com medo de sofrerem novas agressões e foram para casa da irmã de Flavio, que fica no mesmo bairro da casa deles. Sem dúvida, o ocorrido é um crime de ódio contra orientação sexual deles. O crime foi mais cruel ainda por se tratar de duas pessoas com mais de 60 anos de idade. Agora, estamos aguardando para ver se a justiça será feita contra os 20 agressores. 

Fonte: http://br.blastingnews.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...