O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Convivência

Assassinato de zelador

Mulher de morador acusado do crime em SP também é presa

Publicado em: terça-feira, 10 de junho de 2014

Mulher de publicitário acusado de matar zelador é presa

A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão feito pela Justiça do Rio e deteve por 30 dias a advogada Ieda Cristina Martins, 42, suspeita de participar da ocultação do cadáver do zelador Jezi Lopes de Souza, 63, morto pelo seu marido em São Paulo.
 
Ieda é investigada pela morte do empresário José Jair Farias, ocorrida em 20 de dezembro de 2005 em Santa Cruz, na zona oeste do Rio. Farias foi casado com a advogada, atual mulher do publicitário Eduardo Martins.
 
A decisão sobre a prisão de Ieda foi dada no plantão judicial neste sábado, dia 7. Ela está sendo ouvida na noite desta segunda-feira, 9, pelo caso do zelador, e a polícia do Rio também vai interrogá-la sobre a morte do ex-marido.
 
A polícia trouxe os projéteis usados nos disparos que mataram o ex-marido de Ieda. Será feita uma comparação balística com a arma encontrada na casa do casal em São Paulo.
 
O aposentado Elias Martins, pai do publicitário acusado pela morte do zelador, também está sendo ouvido. Ele é o dono da casa onde o corpo de Jezi Lopes de Souza foi encontrado.
 
De acordo com a assessoria do Tribunal de Justiça do Rio, ainda não está decidido se Ieda será transferida para o Rio de Janeiro.
 
Caso
Antes de conhecer Martins, Ieda viveu com Farias, com quem teve um filho, José Jair Farias Junior, hoje com 19 anos. O casal já estava separado quando Ieda conheceu Martins. Eles passaram a morar juntos em 2001. Nessa época, Ieda e o ex-marido ainda disputavam a guarda do filho.
 
Familiares de Farias contaram à polícia que Ieda exigia dinheiro do ex-marido para permitir que ele visse a criança. Farias chegou a gravar conversas telefônicas e anotar pagamentos que fazia à ex-mulher. Em 2002, ele registrou na polícia ameaças que teriam sido feitas por Martins.
 
Em 9 de dezembro de 2005, Ieda registrou queixa contra Farias, acusado de ter ido à escola buscar o filho do casal sem avisar a ex-mulher. No dia 20 de dezembro de 2005, Farias foi encontrado morto com dois tiros, dentro de seu Corsa prata, na Estrada dos Palmares, em Santa Cruz.
 
A polícia não chegou a nenhuma conclusão sobre o crime.

Fonte: http://noticias.uol.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...