O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Assassinato em condomínio

Filho presencia morte dos pais em Nova Lima, MG

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Casal é morto a tiros na frente do filho em condomínio de Nova Lima

Quatro homens encapuzados invadiram conjunto habitacional do Minha Casa Minha Vida onde família morava e dispararam vários tiros contra as vítimas

Os namorados Lucas de Souza, de 24 anos, e Maria Luiza Afonso, de 17, foram mortos a tiros na madrugada desta quarta-feira (28) no condomínio Padre João Marcelino, conjunto habitacional do Minha Casa Minha Vida, conhecido como Carandiru, em Nova Lima. 

O casal foi assassinado na frente do filho deles, de um ano e quatro meses. 

De acordo com a Polícia Militar, quatro homens encapuzados invadiram o condomínio por uma mata, arrombaram a porta do apartamento e alvejaram o casal com armas de fogo. As vítimas chegaram a ser socorrida pelos militares, que foram chamados depois de denúncias de outros moradores, e encaminhadas ao Hospital Nossa Senhora de Lourdes.

Após os disparos, os quatro homens “saíram gritando pelo prédio e correndo pelo mato”, de acordo com a corporação. A mãe de Lucas de Souza, ao saber do homicídio, foi ao apartamento e pegou o filho do casal.

A motivação do crime pode ter sido acerto de contas ou algo relacionado ao tráfico de drogas, segundo a PM. Lucas de Souza estava sendo ameaçado desde que saiu da cadeia recentemente, mas a PM não soube precisar o tipo de ameaças nem quando aconteceram. Ainda de acordo com a corporação, a vítima do homicídio havia sido presa por tráfico de drogas porque, na época, comandava o tráfico no condomínio Carandiru. 

Apesar disso, moradores do local afirmam que Lucas de Souza, desde que saiu do sistema prisional, não estava mais envolvido com atividades criminosas e trabalhava construindo e vendendo telhas de alvenaria com o irmão dele.

Enquanto estava sendo socorrido, Lucas disse aos policiais que um morador das proximidades do condomínio é o mandante do crime e que ele é o chefe do tráfico na região. A PM foi à casa do homem apontado por Lucas e apreendeu munição de calibre 9mm, mas não o deteve

Fonte: https://www.em.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...