O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Atropelamento

Mulher sofre acidente ao caminhar pelo condomínio, em Ribeirão preto

Publicado em: quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Mulher é atropelada na calçada em condomínio residencial em Ribeirão

Vítima fazia caminhada com amiga quando foi atingida por caminhonete. Segundo testemunhas, condutor estaria alcoolizado; ele não foi encontrado. Uma mulher de 51 anos foi atropelada por um carro dentro de um condomínio residencial, no domingo (9), no bairro Parque São Sebastião, Zona Leste de Ribeirão Preto (SP). Segundo a Polícia Militar, testemunhas informaram que o condutor do veículo, que é morador do local, estava alcoolizado e dirigia em alta velocidade. Ele fugiu após o acidente e ainda não foi localizado.

A vítima, Inês Viacava Telles, afirma que foi ao condomínio Hípica para visitar uma amiga e que as duas saíram para dar uma caminhada pelo residencial. Durante o trajeto, elas pararam próximo à portaria para observar um ninho de corujas.

“A gente ficou olhando as corujas e quando uma delas saiu do ninho, minha amiga deu um passo para frente, e eu continuei debaixo da árvore. Depois não sei de mais nada. Quando percebi, tinha sido arremessada a uns quatro metros”, conta.

Inês foi atingida por uma caminhonete enquanto estava na calçada. Testemunhas informaram à polícia que o motorista é morador do condomínio e que aparentava estar alcoolizado. Ele fugiu sem prestar socorro. A Polícia Militar esteve na residência do suspeito, mas ele não foi encontrado.

A mulher foi socorrida por uma ambulância particular e levada ao Hospital São Francisco. Ela sofreu hematomas e cortes em várias partes do corpo, mas passa bem. Inês diz que pretende processar o motorista, porque, segundo ela, o suspeito sequer se prontificou a prestar socorro.

“Podia ter atropelado minha amiga também. Eu fui informada que é uma pessoa [o suspeito] que tem reincidência. Uma pessoa que bebe, que arranja briga. (...) Para o meu gosto, a pena dele seria trabalhar no setor do hospital que atende atropelamentos para ver os danos que ele pode causar”, diz.

A Polícia Civil informou que o suspeito ainda não se apresentou à delegacia.

Procurados por telefone pelo G1, os responsáveis pelo condomínio não quiseram comentar o caso.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...