O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Boa gestão

Para síndico ser eficiente é fundamental conhecer a legislação

Publicado em: quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

 Condomínios têm na figura do síndico um administrador com talento e capacitação

Ser síndico é uma missão desafiadora, que exige tempo e dedicação
 
Você já pensou no quanto é importante o trabalho do sindíco do seu prédio? Por vezes, é uma função temida, poucas pessoas se mostram dispostas e preparadas para enfrentar o desafio. Para aqueles que já tem um emprego, por exemplo, assumir a atividade envolve tomar para si tarefas extras. Sendo assim, existe também o síndico profissional ou gestor predial, contratado especialmente para esse serviço.
 
São muitas responsabilidades, similares as de um administrador de empresas, ele gerencia desde contas do prédio a conflitos entre moradores. Para quem se arrisca, certamente, é uma experência interessante e de muito apredizado. 
 
Um passo fundamental, para quem já é síndico ou quer se candidatar a esse papel, é conhecer as leis de condomínio, estabelecidas pelo Código Civil.
 
“O síndico deve zelar e proporcionar o bem-estar de todos os proprietários. Para isso, ele têm o dever de fazer com que as normas sejam cumpridas por todos e, quando for necessário, implementar novas medidas,” afirma o advogado Rômulo Gouvêa, especialista em Gestões Condominiais e professor do curso Treinamento de Síndico – Administração de Condomínios, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.
 

Confira algumas estratégias para alcançar eficiência na administração de condomínios.

 
Gerenciamento da inadimplência – Para evitar constrangimentos, o síndico deverá preparar notas, explicando como as cobranças por taxas em atraso serão feitas, anexando tabelas ilustrativas. Elas deverão ser encaminhadas a todos os condôminos, antes de haver inadimplência.
 
Redução de despesas – A diminuição do custo da água, por exemplo, poderá ser obtido contratando bombeiros profissionais, anualmente, para inspecionar as instalações hidráulicas. Outra dica é evitar consumos excessivos com irrigações de jardins, preferindo sistemas automatizados. Quanto à energia elétrica, uma sugestão é a instalação de sensores de presença nos corredores, esses dipositivos acionam as lâmpadas apenas quando há presença de alguma pessoa no local.

Fonte: http://www.cpt.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...