O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Cachorro agredido

Por incentivar filho, casal será notificado pelo Conselho Tutelar

Publicado em: quinta-feira, 16 de maio de 2013

 Casal pode perder guarda dos filhos

Conselho Tutelar irá notificar pais por incentivar agressão a filhote de cão em Porto Alegre
 
 
Após vizinhos testemunharem uma mulher agredindo um cachorro em sua própria casa no Bairro Protásio Alves, na Zona Norte de Porto Alegre, o Conselho Tutelar irá notificar os pais por incentivar a violência aos seus filhos. O caso veio à tona no domingo, quando um vizinho da agressora filmou uma mulher agredindo um filhote da raça Poodle e estimulando o filho a fazer o mesmo, com socos e pontapés, na sacada de um condomínio.
 
Em um momento do vídeo, a mulher, com uma criança no colo, diz para seu outro filho que todos os bichos de rua devem ser castigados. Os vizinhos registraram ocorrência na delegacia. Segundo o Conselho Tutelar de Porto Alegre, a família já havia sido acompanhada em 2005, quando a mulher foi acusada de negligência. Agora, o órgão irá notificar os pais e entregar uma representação ao Ministério Público para apurar as condições físicas e psicológicas que os dois filhos do casal enfrentam. A conselheira tutelar Márcia Amâncio conta que os pais podem perder a guarda das crianças caso não consigam comprovar que estão em condições de criar os filhos.
 
O vizinho que registrou a ocorrência na delegacia contou que as agressões eram constantes não somente no cachorro, mas também nos próprios filhos do casal. Segundo a secretária municipal dos direitos dos animais, sua primeira reação ao tomar conhecimento do fato foi de indignação. Regina Becker ressalta que a mãe irá receber um auto de infração e, com isso, os dois filhos deverão ficar sob tutela de um parente ou serão encaminhados para um abrigo da prefeitura da Capital.
 
Depois de passar o dia em uma clínica veterinária, o filhote foi adotado pelo subsíndico do prédio e passa bem. Segundo os vizinhos da família, os quatro foram vistos saindo do condomínio na tarde deste domingo, com bolsas e malas. A Polícia Civil está investigando o caso. Um grupo ligado à defesa dos direitos dos animais está organizando um protesto através das redes sociais em função das agressões cometidas pela mulher. A manifestação será no próximo domingo, às 3h da tarde, em frente ao Condomínio da família, localizado na Rua Ney da Gama Ahrends, número 295, na Zona Norte da Capital.

Fonte: http://www.band.uol.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...