O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Artigos e opiniões

Como fica a manutenção do elevador durante o isolamento?

Especialista da Atlas Schindler explica quais procedimentos de segurança foram adaptados

Por Thais Matuzaki
21/05/20 12:26 - Atualizado há 1 ano
WhatsApp
LinkedIn

Por Alessandra Morais*

Elevadores são itens indispensáveis nas grandes cidades, cada vez mais verticalizadas, que acolhem pessoas com maior expectativa de vida e, consequentemente, com  aumento da dependência desse meio de transporte.

A necessidade de bom funcionamento, de disponibilidade e segurança desses equipamentos cresce na mesma medida, tornando imprescindível a manutenção periódica com empresas de credibilidade, que disponham de profissionais capacitados, ofereçam tecnologia e certeza do melhor serviço.

Mesmo em tempos de isolamento, em que a circulação está reduzida, elevadores são um meio de locomoção que precisa ser utilizado, seja em um condomínio, seja em clínicas ou hospitais.

Sua importância ficou ainda mais evidente com o enquadramento do serviço de manutenção desses equipamentos na categoria de serviços essenciais.

É exatamente nesse ponto que surgem questões que merecem nossa atenção. Se antes da COVID-19 a segurança de nossos colaboradores e dos usuários de nossos equipamentos já era tratada como item inegociável, com o novo coronavírus, o tema ganhou dimensão e amplitude ainda maiores.

Desde o início da pandemia no Brasil, para proteger a saúde de colaboradores, clientes e usuários, intensificamos a comunicação com stakeholders e adotamos rígidos protocolos e procedimentos junto aos nossos profissionais em atuação no campo. 

Nossa equipe técnica recebe informações constantes sobre prevenção e mitigação da propagação do vírus. Está orientada sobre o uso de EPIs antes, durante e após a realização de atendimentos e a manter o distanciamento recomendado em todas as situações, visando a proteção individual e a de todos.

Entre as medidas que adotamos para evitar o contato em nossos atendimentos, está a liberação do cliente da assinatura do protocolo no celular do técnico, permitindo, assim, que o aparelho seja manuseado apenas pelo profissional da empresa.

Lembrando que os técnicos de manutenção não circulam indiscriminadamente pelas áreas dos condomínios, já que o trabalho, em geral, fica restrito à casa de máquinas ou em área específica de manutenção. 

Empresas não devem se furtar à responsabilidade de prestar o melhor atendimento, mesmo em cenários desafiadores. Assim, em tempos tão inesperados como o que vivemos, seguiremos atuando de forma segura, de acordo com as normas e orientações vigentes, para garantir a mobilidade vertical de nossos clientes que, apesar de restrita, muitas vezes, se faz necessária.

(*) Gerente Executiva de Processos e Eficiência de Instalações Existentes da Atlas Schindler.

Matérias recomendadas

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.