O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Radar LELLO

Conta de água

Condomínios em SP devem sofrer aumento de 20% a 30% na conta

Publicado em: quarta-feira, 27 de abril de 2016

Conta de água nos condomínios de SP deve subir de 20% a 30% a partir de maio

Fim do bônus da Sabesp reforça necessidade de adotar medidas para reduzir ainda mais o consumo e economizar, aponta a Lello; administradora lança programa para ajudar condomínios a evitar desperdício
 
Condomínios residenciais do Estado de São Paulo deverão ter aumento de 20% a 30% nas suas contas de água a partir de maio. A projeção é da Lello, tradicional administradora paulistana, com 18 filiais na capital paulista, ABC, interior e litoral.
 
O motivo da alta é o fim da concessão de bônus pela Sabesp para os prédios que economizassem água. As faturas do próximo mês já não mais trarão o abatimento como incentivo. Além disso, haverá um reajuste de 8,4% nas tarifas da concessionária a partir de 12 de maio.
 
Conforme levantamento da Lello, cerca de 75% dos condomínios estavam conseguindo economizar e, com isso, faziam caixa com o bônus da Sabesp. O levantamento foi feito com base em cerca de dois mil prédios administrados pela empresa.
 
“Será um desafio para os síndicos seguirem adotando medidas de uso racional para conseguir economia na conta de água, além de manter o trabalho de conscientização e engajamento dos moradores”, diz Raquel Tomasini, gerente da Lello Condomínios.
 
Para auxiliar os síndicos, a empresa lançou um programa que visa gerenciar o perfil do consumo de água nos condomínios, incluindo apartamentos, e reduzir o desperdício entre 15% e 30%.
 
O primeiro passo é a realização de um “raio-x”, com análise, diagnóstico e ajustes. Com uma visita em cada apartamento, os técnicos avaliam todos os pontos hidráulicos (válvulas, torneiras, chuveiros e tubulações) para identificar eventuais problemas. Na hora, também já intervêm nos pontos de perda, realizando ajustes e regulagens, monitoramento dos reservatórios e verificação eletrônica dos registros.
 
O programa “Água Perda Zero”, da Lello, usa tecnologia eletrônica de detecção de vazamentos com precisão de 99% para identificação dos focos.
 
Com o relatório da vistoria em mãos, os síndicos podem avaliar a adoção de medidas complementares, como instalação de medição individualizada, medição por blocos ou ramais, substituição de peças sanitárias e instalação de economizadores, entre outras.
 
Fonte: www.lellocondominios.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...