O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Contra o crime

Síndicos são convidados a integrar conselho de segurança em Ribeirão Preto (SP)

Publicado em: sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Zona Sul de Ribeirão não quer  ser sustento do crime

Representantes policiais querem maior articulação com a segurança privada e cobram cooperação de lojas
 
Inativo há três anos, o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), da zona Sul de Ribeirão Preto foi reativado nesta terça-feira (27), tendo como objetivo principal barrar a escalada de crimes que crescem na mesma proporção dos investimentos da região.
 
Segundo os recém-empossados integrantes do Conseg, a zona Sul oferece a matéria-prima para os criminosos: concentração de lojas, shoppings e condomínios de luxo.
 
De acordo com as estatísticas da Secretaria de Segurança Pública, a região que engloba os 4º e 7º Distritos Policiais registrou dois roubos e oito furtos por dia este ano.
 
“Criminosos sabem que a bolsa da mulher que sai do shopping tem alto valor”, explicou José Luís de Meirelles Júnior, delegado do 4º Distrito Policial.
 
Ele ressaltou a necessidade de conscientizar a população sobre compra de produtos provenientes de crimes. “Mercadorias com preço muito abaixo do normal obviamente são suspeitas”, alertou o delegado.
 
O comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar, Marco Aurélio Gritti, ressaltou que o principal alvo dos criminosos são os veículos.
 
Pelo menos 14 carros e motos são levados por semana na região.
 

Cooperação

 
Os representantes do Conseg Sul mostraram preocupação com a inauguração do Shopping Iguatemi, que deve ter lojas de alto padrão e está em uma área de fácil rota de fuga para criminosos.
 
No fim de semana passado, por exemplo, R$ 300 mil foram levados de uma joalheria do Novo Shopping.
 
Por conta disso, o Conseg alertou para a importância de cooperação entre as seguranças público e privada.
 
Policiais relataram que alguns estabelecimentos comerciais dificultam o acesso às imagens de câmeras de segurança.
 
“Chegam até a afirmar que o equipamento estava desligado, o que configura inclusive propaganda enganosa de segurança para os clientes”, disse Meirelles.
 
O capitão Gritti ressaltou que funcionários também são vítimas. “Muitos são assaltados no ponto de ônibus, após o expediente de trabalho”, relatou.
 
Ele lembrou da necessidade de intervenções do poder público, como melhor iluminação das ruas e fiscalização dos terrenos abandonados.
 
O Conseg vai convidar representantes de condomínios privados, associações de bairro e shoppings para o próximo encontro, agendado para o dia 17 de setembro na Associação Comercial e Industrial (Acirp).
 
Presidente do Conseg quer participação popular
 
A proposta de reativação foi feita pelo comandante da Polícia Militar Marco Aurélio Gritti em palestras a empresários neste ano.
 
Nesta terça, foi nomeado como presidente do Conselho o advogado José Rubens Hernandez.
 
“Queremos ouvir a sociedade civil e os empresários para enviar demandas e propostas para os órgãos policiais”, afirmou novo presidente, ao A Cidade.
 
Ele afirmou que o Conseg é um elo entre as polícias Civil e Militar e a sociedade e ressaltou a necessidade de participação popular. As reuniões, de todos os Consegs, são abertas ao público.
 
Apesar dos Conselhos de Segurança atuarem também em temas como acidentes de trânsito e perturbação de tranquilidade, Hernandez afirma que o foco do Conseg do Sul será o planejamento de medidas preventivas para diminuir a incidência de criminalidade na região.

Fonte: http://www.jornalacidade.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...