O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
José Elias de Godoy

Cuidados com segurança

Atenção com garagens e qualificação de funcionários são essenciais

Por José Elias de Godoy*

No final de março, a imprensa escrita, falada e televisada noticiou, com destaque, um fato envolvendo ocorrência em dois condomínios, na região central da capital paulista. Os assaltos se deram em condomínios de classe média-alta e o que mais chamou atenção foi a maneira com que os ladrões acessaram o condomínio, sendo veiculado da seguinte maneira:

Prédios de luxo são alvo de arrastões em SP - Em menos de 24 horas, dois condomínios de um bairro nobre de São Paulo foram alvo de arrastões neste fim de semana. Nos dois casos, os bandidos clonaram os veículos de moradores para conseguir entrar nos prédios. Fonte: Band.com, 25/03/13.

Mais uma vez observamos que os bandidos se aproveitaram da fragilidade nas entradas dos condomínios para os invadirem.
 
Na entrada de veículos deve-se tomar um cuidado especial uma vez que é um acesso de alta vulnerabilidade nos prédios. O controle remoto deve ser anti-clonagem e com sistema de identificação pela portaria, além de possuir acionamento de pânico em sua botoeira a fim de informar o porteiro qualquer situação emergencial.  
 
Os gestores dos condomínios devem estar atentos e orientarem seus funcionários para NUNCA abrirem os portões de veículos identificando-se, simplesmente, os carros ou suas placas. Deve-se, sim, verificar quem está dentro dos mesmos. É melhor pecar pelo excesso de zelo do que querer agilizar a entrada de autos no condomínio e  liberar o acesso para ladrões.
 
É aconselhável que os prédios possuam sistema de enclausuramento (duplos portões) e que estes sejam intertravados entre si - de forma que somente se abra o posterior após o fechamento do anterior. Tudo para se fazer com que os veículos sejam visualizados com mais detalhes, além de permitir o acesso de um carro por vez na clausura. Tais entradas devem ser monitoradas por câmeras de CFTV além de possuir sistemas de interfonia e controle de acesso informatizado no interior do enclausuramento.
 
Os condôminos devem ser orientados a seguirem as normas e procedimentos de acesso ao condomínio, compreendendo a atitude preventiva do porteiro quando não libera, de imediato, o portão de entrada, ressaltando que a identificação principal é a do morador e não a do carro.
 
Cabe lembrar sobre a importância de se qualificar os colaboradores uma vez que, um bom treinamento, deixa de ser um gasto para ser um excelente investimento, pois acarreta a melhoria da qualidade na prestação de serviço.
 
Agindo-se preventivamente é que se poderá minimizar esses riscos e dificultar o acesso daqueles que querem se aproveitar de tais vulnerabilidades e nos fazer vítimas de suas artimanhas.
 
(*)JOSÉ ELIAS DE GODOY Especialista de Segurança em Condomínios e autor dos livros “Manual de Segurança em Condomínios’’ e “Técnicas de Segurança em Condomínios”. Maiores informações pelo telefone: 2062-6798 ou elias@suat.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...