O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Demolição em BH

Mais dois prédios serão demolidos pelas suas construtoras, em Buritis

Publicado em: quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

 Justiça determina demolição de mais dois prédios após queda de imóvel em BH

Rayder Bragon
 
A Justiça de Minas Gerais determinou nesta quarta-feira (11) que a construtora responsável por dois prédios interditados na rua Laura Soares Carneiro, localizada no bairro Buritis, região oeste de Belo Horizonte, faça a demolição das edificações.
 
Os edifícios, que formam o condomínio Art de Vivre e estão em fase final de construção, foram interditados pela Defesa Civil municipal em outubro de 2011 e ficam ao lado de onde, até o início da manhã de terça-feira (10), estava situado o edifício Vale dos Buritis, que desabou.
 
Segundo o juiz Renato Luís Dresch, apesar de o desabamento da construção não ter produzido vítimas nem danos materiais aos vizinhos, permanece a situação de risco. A empresa responsável pelo erguimento dos prédios, a Podium Engenharia, terá um prazo de dez dias para realizar o trabalho. Caso descumpra a decisão judicial, a empresa deverá pagar multa diária de R$ 20 mil.
 
Segundo a assessoria da Prefeitura de Belo Horizonte, o município havia entrado com ação na Justiça, na quinta-feira passada, para que as empresas responsáveis pelos prédios interditados fossem obrigadas a derrubá-los. No entanto, na última segunda-feira (9), o juiz Alexandre Quintino Santiago mandou a própria prefeitura da capital mineira demolir o prédio Vale dos Buritis. No entanto, o edifício, que vinha sofrendo processo de degradação há meses, veio ao chão antes da demolição.
 
A área no bairro Buritis está isolada pela Defesa Civil de Belo Horizonte, que determinou a moradores de um quarto prédio, na mesma rua, a desocuparem os apartamentos.
 
O órgão já havia interditado outros imóveis na rua Protásio de Oliveira Penna, que fica em nível abaixo da rua onde estão os prédios com risco de ruírem, e poderiam ser atingidos pelos destroços das edificações. O UOL tentou contato com representantes da Podium Engenharia, sem sucesso.

Prédio atraía curiosos

O prédio Vale dos Buritis, que desabou na manhã desta terça-feira (10), vinha atraindo curiosos ao local por conta de sua estrutura, que estava se degradando aos poucos.
 
O UOL esteve no local e, mesmo sob chuva, encontrou pessoas que foram tirar fotos do prédio, ou simplesmente observar a estrutura em frangalhos.
 
O servente Roselito Jesus dos Santos, 33, que trabalha em uma obra próxima aos prédios interditados, disse que muitas pessoas se dirigiam ao local para fazer fotos e filmagens.
 
“O povo não deixa de vir aqui, mesmo sabendo dos riscos. Nesse fim de semana, tinha muita gente”, disse.
 
Os condôminos acionaram na Justiça, em junho de 2010, a Estrutura Engenharia, empresa responsável pela construção, exigindo indenização por danos patrimoniais e morais, em razão de o prédio ter apresentado trincas que se avolumaram com o passar do tempo. A edificação tinha 15 anos. Ainda não houve uma decisão sobre o caso.

Fonte: http://noticias.uol.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...