O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Dia do síndico

Tarefa é árdua, mas superação de desafios é muito gratificante

Publicado em: quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

 Administrador de lares e mediador de conflitos

Os síndicos estão em festa. Isso porque 30 de novembro é o dia deles, o Dia do Síndico, uma função que quase ninguém quer exercer, tamanho desafio.Há cerca de 800 síndicos em Maringá, figura extremamente fundamental para manter a ordem nos condomínios e que carrega em seus ombros uma série de obrigações.Dentre as responsabilidades de um síndico está administrar o prédio, se atentando para questões referentes à moradia e segurança dos condôminos.

Além disso, também compete a ele representar os interesses comuns e decidir, junto à assembleia e de acordo com o que estabelece o regimento interno do condomínio, as empresas prestadoras de serviços para realização das obras no prédio.
 
Cirino Borba Filho, 65, é síndico de um condomínio residencial há um ano e dois meses. Os desafios, ele garante, são diários.
 
"É necessário lidar com os condôminos e funcionários e os conflitos que surgem entre eles, pois cada pessoa tem uma personalidade e um ponto de vista".
 
Sendo assim, para assegurar um ambiente harmonioso dentro do condomínio onde mora e que conta atualmente com 41 apartamentos, Cirino sabe muito bem o que fazer: é preciso saber ouvir e, principalmente, passar confiança aos moradores.
 
"Para alcançar o sucesso, um síndico tem que ser idôneo, respeitar para ser respeitado e, muitas vezes, ter consciência de que é preciso abrir mão de projetos pessoais em prol do bem comunitário. Esta é a fórmula para ser um bom mediador e conciliador de conflitos e ter a confiança de todos" .
 
José Oliveira de Albuquerque, 56, também é síndico de um condomínio residencial em Maringá. Há um ano e sete meses no cargo e responsável por 68 apartamentos, ele ressalta que, além de ter jogo de cintura para lidar com pessoas de personalidades diferentes, o síndico convive com outro desafio: a falta de mão de obra qualificada para resolução de problemas imediatos.
 
"Os problemas não escolhem hora para acontecer. Quando se precisa de um pintor, ou pedreiro, por exemplo, para solucionar uma emergência é muito complicado encontrar pessoal capacitado. Porém, o condômino quer que seu problema seja prontamente resolvido e muitas vezes acaba sobrando para o síndico, que é erroneamente visto como vilão", diz.
 
Convivendo com constantes imprevistos, a função de síndico é repleta de dificuldades. Entretanto, existe algo que motiva os ocupantes do cargo: "A motivação pelos desafios, a vontade de atender as pessoas e resolver seus problemas e o fato de ser reconhecido e bem quisto por aqueles que estão ao redor é muito gratificante e faz tudo valer a pena", finaliza.

Fonte: http://maringa.odiario.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...