O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Dois em um

Condomínio em Osasco foi dividido em dois por mais de dez anos

Publicado em: quarta-feira, 21 de agosto de 2013
Condomínio dividido

 Condomínio em Osasco cobra duas taxas e tem dois síndicos 5 mil moradores estão divididos e não sabem qual boleto pagar.

Márcio Rachkorsky responde dúvidas sobre o assunto no SPTV.
 
Oito das 50 torres de um condomínio em Osasco, na região metropolitana de São Paulo, foram separadas das demais por um muro na década de 1980. A partir de então, cada condomínio passou a ter seu síndico. Mas por determinação da Justiça, o muro foi derrubado e agora os moradores das oito torres passaram a receber dois boletos de condomínio. Eles divergem sobre qual cobrança pagar, como mostrou reportagem do SPTV desta terça-feira (20).
 
O condomínio pertence à Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) e foram os próprios moradores que construíram os prédios na década de 1980, num sistema de mutirão. Após determinação da Justiça, os moradores não sabem qual boleto pagar.
 
"Quando a gente vai reclamar uma coisa pra um, inventam tudo, um arrodeio para se defender, e a gente não sabe a quem recorrer”, diz a aposentada Raimunda Tenório da Conceição.
 
Para se garantir, a auxiliar administrativo Ângela Almeida paga os dois condomínios. “Vem boleto no nome da gente, CPF e tudo. Pago os dois porque fico com medo de sujar o nome”, conta.
 
Antônio de Oliveira Caires, síndico de 42 torres, considera que sua administração abrange outras oito torres.  "Os próprios moradores fizeram uma coleta de assinatura e ele [o outro síndico] foi destituído. Ele não representa nada. Existe mandato judicial também, um despacho do juiz que ele é simplesmente um mero morador”.
 
O outro síndico, Uitamares Silva, que diz que era síndico das oito torres até o mês passado, quando terminou o mandato e um novo síndico foi eleito. Uitamares nega que tenha sido destituído pela Justiça.
 
"Após a entrega das chaves, a senhora Maria Lídia, do CDHU, pegou um documento e falou: 'olha, a partir de hoje vocês podem fazer os seus condomínios, fechar em volta dos seus condomínios, se organizar'. "Foi isso que nós fizemos”, conta.
 
O síndico que assumiu as oito torres há pouco mais de um mês não pôde conversar com a equipe de reportagem do SPTV porque estava doente.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...