O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Esgoto em córrego

Problema em Ferraz de Vasconcelos se origina, em parte, em condomínio

Publicado em: sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Moradores de Ferraz denunciam despejo de esgoto em córrego

Voluntários fazem análise da água do Ijima. Eles afirmam que dejetos chegam de condomínio e área invadida.
 
Os moradores da Vila Santo Antônio, em Ferraz de Vasconcelos, denunciam que desde que um condomínio foi construído o esgoto do empreendimento é jogado no Córrego Ijima. Mário Tavares Júnior e Fátima Aranda fazem um trabalho voluntário de análise da água do córrego. O curso d´água nasce no município e desagua no Rio Tietê. Desde novembro do ano passado, mensalmente Mário e Fátima medem a qualidade da água.
 
De acordo com os voluntários, o índice está ficando cada vez pior. Eles explicam que junto com os detritos do condomínio também é despejado o esgoto dos moradores de uma área invadida do outro lado do córrego. “Sempre que a gente vem aqui, o resultado é entre péssimo e ruim”, avalia Fátima.
 
Os voluntários afirmam que já foram à Prefeitura e ao próprio condomínio tentar uma solução, mas nunca tiveram sucesso. “A minha indignação é que a gente está bebendo isso. No futuro isso vai agravando e acaba contaminando mais. Os órgãos públicos não tomam conta. Eles construíram um condomínio e não tratam isso. Todo mundo ignora e ninguém trata”, afirma Tavares.
 
Por isso, junto com a ONG Biobras eles fizeram denúncias à Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Os voluntários afirmam que mandaram fotos e documentos provando que a qualidade da água está cada vez pior por causa do esgoto. A presidente da ONG, Nadja Soares, garante que anteriormente já haviam pedido providências, mas nunca foram atendidos.
 
"Isso já tinha sido feito verbalmente para Secretaria de Meio Ambiente, que disse que era a Sabesp que tinha que regular. Encaminhamos para a Sabesp a denúncia do esgoto in natura no córrego.”
 
Enquanto o esgoto continua sendo jogado diretamente no córrego, José Expedito Maciel que é presidente de outra ONG, tenta ajudar como pode. Ele e outros voluntários plantam mudas de árvores na tentativa de amenizar a poluição.
 
“Plantamos poucas mudas. A quantidade de esgoto no rio é grande. Tem que ser um trabalho conjunto de despoluir o córrego e o plantio de mudas para ter qualidade de água melhor no futuro.”
 
A Prefeitura de Ferraz de Vasconcelos informou que vai até ao córrego verificar o que está acontecendo. Segundo a administração, ela não recebeu nenhuma reclamação protocolada sobre o problema. A Sabesp informou que ainda não recebeu a documentação enviada pela Biobras, mas que uma equipe técnica também vai até ao local ver a situação e tomar as medidas necessárias.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...