O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Furto de água

Condomínio em Brasília é flagrado por prática ilegal

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Moradores de condomínio de classe média são flagrados furtando água

Ponto de ligação clandestino foi encontrado pela Caesb e pela Polícia Civil em condomínio com várias casas de dois andares em Arniqueiras. Multa aos moradores pode chegar a R$ 72 mil

Ao menos 50 casas de um condomínio de classe média, em Arniqueiras, foram flagradas furtando água. Uma operação conjunta da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) e da Polícia Civil, nesta quarta-feira (15/8), identificou o ponto de ligação clandestino e autuou os moradores, no Condomínio Tom Jobim. 

Segundo Geraldo Donizeth, gerente de vistoria e fiscalização da Caesb, a informação de que o condomínio, com boa parte das casas com dois pavimentos, utilizava água irregularmente chegou por meio de uma denúncia anônima.

"A perícia vai indicar quantos litros de água foram furtados, mas o levantamento prévio dá conta de que os moradores usaram a água furtada também para construir as casas", comenta.

Além de responder a um processo penal, os responsáveis podem ter de pagar até R$ 72 mil de multa. Só neste ano, a companhia realizou 10.420 vistorias e descobriu 1.300 intervenções indevidas na rede de água. Ao todo, 2.800 residências foram descobertas utilizando ligações clandestinas.

Fonte: www.correiobraziliense.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...