O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Mercado

Imóveis caros

Incremento nos preços praticados no Paraná chegou a 15%

Publicado em: quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Valorização de imóveis foi de 15%

Investir em imóveis é um hábito mais comum aos maringaenses do que negócios em bolsa de valores ou clubes de investimento. No município que nasceu por obra de uma companhia colonizadora, a população procura o segmento imobiliário para assegurar ganho no patrimônio. 
 
Essa procura ajuda a inflar o preço do imóvel. Para o diretor estadual do Sindicato da Habitação e Condomínios do Paraná (Secovi-PR) e imobiliarista Junzi Shimauti, o ritmo de valorização imobiliária na cidade vem diminuindo, mas continua alto.
 
"Este ano os imóveis aumentaram de valor em pelo menos 15%, chegando a 20% em alguns casos", revela Shimauti. Ele ressalta que o crescimento está bem abaixo do registrado no ano passado.
 
"2010 foi muito atípico, porque tivemos o início do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), que inflou demais o preço dos imóveis", compara. Shimauti estima que a valorização em 2010 chegou a 30%.
 
Grande parte do público consumidor de imóveis é investidora: são aqueles que compram a segunda ou terceira unidade, não para morar. "E m geral, a procura por apartamentos e casas empata e a faixa mais procurada é a de imóveis entre R$ 150 mil e R$ 200 mil", aponta Shimauti.

Fonte: http://www.odiario.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...