O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Inadimplência

Ligação irregular

Mais um condomínio de luxo em Manaus é flagrado roubando energia

Publicado em: segunda-feira, 14 de outubro de 2013

 Em vistoria, Amazonas Energia detecta 'gatos' em condomínio de luxo

Segundo Eletrobras,18 residências realizavam ligações clandestinas. Administradora do condomínio disse que companhia não forneceu fiação.
 
O condomínio de luxo Residencial Ponta Negra 2 e 3, situado na Zona Oeste de Manaus, foi alvo de inspeção da Eletrobrás Amazonas Energia na manhã desta sexta-feira (11). Ao todo, as equipes da companhia encontraram 18 ligações irregulares de energia nas residências localizadas no empreendimento residencial. Segundo a administradora do condomínio, a companhia não forneceu o cabeamento necessário para atender as propriedades, o que obrigou os condôminos a realizarem as ligações clandestinas.
 
A operação contou com o envolvimento do 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP), do Instituto de Criminalística da Polícia Civil (Incrim) e da Eletrobras Amazonas Energia. Durante a ação, 18 residências foram inspecionadas. De acordo com a companhia, nenhuma delas possuiam cadastro junto à distribuidora e estavam sem o medidor de energia elétrica.
 
Na ação, 12 unidades consumidoras foram regularizadas com a instalação de medidores de energia. As outras seis unidades tiveram o fornecimento de energia suspenso por se encontrarem fechadas ou por não atenderem aos requisitos de segurança exigidos. Segundo a empresa, foram detectadas outras 14 ligações clandestinas no local, utilizadas para obras residenciais. Elas foram desligadas e tiveram os ramais de ligação desconectados da rede de distribuição.
 
A administradora do residencial, Cleo Lopes, informou ao G1 que exige, junto aos proprietários, a colocação de cabeamento necessário para o fornecimento de energia há pelo menos quatro anos.
 
"Desde 2009 nós fazemos solicitações à companhia para que ela forneça a fiação adequada para termos acesso à rede de energia elétrica. Em todos esses anos, nada foi feito. Para não ficarem sem luz, os condôminos realizaram as ligações por conta própria", afirmou.
Ainda segundo Cleo, os proprietários que tiveram o fornecimento de energia interrompido solicitaram a religação da rede, contudo, atendentes da companhia dificultaram a operação e não realizaram o serviço. A administradora informou que pelo menos sete, dos 78 lotes do condomínio, possuíam ligação irregular à rede de energia elétrica.
 
De acordo com a administradora, uma nova cobrança foi feita no início de outubro, porém, novamente, não teriam obtido resposta da companhia. Ao G1, a Eletrobras informou não ter conhecimento do caso. Segundo a empresa, todas as ligações clandestinas desligadas da rede de baixa tensão possuíam fiação disponível para atender as residências dos condomínios.
 
O condomínio foi o quarto, neste ano, alvo da operação envolvendo autoridades policiais. As propriedades foram denunciadas por crime de furto de energia. Todos os termos de ocorrência elaborados durante as inspeções executadas serão analisados.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...