O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Mercado

Metro quadrado

Em Piracicaba (SP), cemitério é mais caro que condomínio

Publicado em: terça-feira, 19 de junho de 2012

Cemitério da Saudade tem m² mais caro que de condomínio de alto padrão

Prefeitura publicou nesta segunda-feira (29) os valores da licitação para aquisição de sepulturas
 
Se é caro viver em Piracicaba, morrer está ainda mais. Pelo menos se for considerado o metro quadrado do terreno. O espaço no Cemitério da Saudade está mais "salgado" do que o de terrenos em um dos condomínios mais renomados da cidade, o Terras de Piracicaba. No cemitério, o metro quadrado sai por R$ 1.652, ao passo que o de uma área no loteamento é encontrado entre R$ 1 mil e R$ 1,2 mil. O novo valor para aquisição da concessão de sepulturas foi anunciado nesta segunda-feira (29) pelo Executivo, que decidiu leiloar os espaços.
 
A alternativa de leiloar os jazigos abandonados na Saudade ocorreu após a prefeitura “desconfiar” de um esquema de venda ilegal de túmulos no local, denunciado pelo EP Piracicaba. A grande demanda de túmulos no cemitério tem sido frequente e a reportagem apurou que algumas famílias chegam a pagar até R$ 45 mil por uma sepultura. Dessa forma, a prefeitura, com autorização da Câmara, criou o leilão das concessões dos jazigos só para pessoas físicas.
        
O metro quadrado é maior ainda quando comparado com áreas próximas ao cemitério da Saudade. Na Vila Monteiro, onde está localizado o cemitério, o valor médio do metro quadrado varia entre R$ 450 e R$ 500, segundo Angelo Frias Neto, diretor do Sindicato da Habitação (Secovi), regional Piracicaba. No Bairro Alto, outro local próximo ao cemitério, o metro quadrado das áreas alterna entre R$ 550 e R$ 600.
 
“Normalmente, quanto maior é o terreno, menor será o preço do metro quadrado. Por isso que no cemitério é mais caro, pois ocorre o inverso, já que a área é menor”, afirmou Frias Neto.
 
A prefeitura anunciou nesta segunda que a sepultura dupla de frente de rua tem lance inicial de R$ 8 mil; sepultura dupla de centro de quadra, R$ 6 mil; sepultura simples de frente de rua, R$ 5 mil; e sepultura simples de centro de rua, R$ 4 mil. O valor final pode ser ainda maior. 
 
As sepulturas simples medem 1,10 metro por 2,20 metros e, as duplas, 2,20 metros por 2,20 metros. O custo do metro quadrado, de R$ 1.652, é idêntico nos dois casos. A prefeitura informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que para chegar aos valores mínimos para cada lote a Procuradoria-Geral desenvolveu pesquisa junto às demais prefeituras da região. A nota diz que, “se comparado a outros municípios, o metro quadrado do cemitério de Piracicaba é o menor valor da região”.
 
A nota afirma ainda que a Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema) e a Procuradoria informaram que não se pode simplesmente dividir o valor do cemitério em metro quadrado, como o de um loteamento, pois “trata-se de um cemitério que tem uma grande procura por túmulos”.  O valor do metro quadrado do cemitério só perde para alguns pontos da Avenida Independência, disputada pelo comércio e que chega a R$ 2 mil.
 
Para o procurador-geral do município, Milton Sérgio Bissoli, não há como se comparar o metro quadrado de um cemitério com o de outros loteamentos. “Não tem como comparar as duas coisas, pois o máximo que se pode adquirir no cemitério é uma área de 2,20 metros por 2,20 metros”, afirmou. Ela também disse que esta primeira licitação se faz depois de décadas de concessões perpétuas e que põe fim a uma situação equivocada no local.
 

Leilão 

A prefeitura publicou no último sábado (27), no Diário Oficial do Município (DOM), a licitação que trata das outorgas de sepulturas no Cemitério da Saudade. No primeiro lote serão comercializados 165 jazigos, de um total de aproximadamente 800 que não tiveram as famílias identificadas pelo Executivo durante o período de levantamento. São sepulturas em dois tamanhos, com diferentes localizações, a partir do que foram determinados os lances iniciais.
 
A abertura da licitação está agendada para o dia 3 de outubro, no anfiteatro do Centro Cívico. Os interessados poderão parcelar os pagamentos em até quatro vezes. Mas as pessoas já podem dar os lances a partir desta terça-feira (30) e todos os detalhes de participação estarão disponíveis na mesma data no www.piracicaba.sp.gov.br.

Fonte: Cemitério da Saudade tem m² mais caro que de condomínio de alto padrão Prefeitura publicou nesta segunda-feira (29) os valores da licitação para aquisição de sepulturas 29/08/2011 - 20:20 EPTV.com - Camila Ancona Alterar o tamanho da letra A+A- Se é caro viver em Piracicaba, morrer está ainda mais. Pelo menos se for considerado o metro quadrado do terreno. O espaço no Cemitério da Saudade está mais "salgado" do que o de terrenos em um dos condomínios mais renomados da cidade, o Terras de Piracicaba. No cemitério, o metro quadrado sai por R$ 1.652, ao passo que o de uma área no loteamento é encontrado entre R$ 1 mil e R$ 1,2 mil. O novo valor para aquisição da concessão de sepulturas foi anunciado nesta segunda-feira (29) pelo Executivo, que decidiu leiloar os espaços. A alternativa de leiloar os jazigos abandonados na Saudade ocorreu após a prefeitura “desconfiar” de um esquema de venda ilegal de túmulos no local, denunciado pelo EP Piracicaba. A grande demanda de túmulos no cemitério tem sido frequentee a reportagem apurou que algumas famílias chegam a pagar até R$ 45 mil por uma sepultura. Dessa forma, a prefeitura, com autorização da Câmara, criou o leilão das concessões dos jazigos só para pessoas físicas. O metro quadrado é maior ainda quando comparado com áreas próximas ao cemitério da Saudade. Na Vila Monteiro, onde está localizado o cemitério, o valor médio do metro quadrado varia entre R$ 450 e R$ 500, segundo Angelo Frias Neto, diretor do Sindicato da Habitação (Secovi), regional Piracicaba. No Bairro Alto, outro local próximo ao cemitério, o metro quadrado das áreas alterna entre R$ 550 e R$ 600. “Normalmente, quanto maior é o terreno, menor será o preço do metro quadrado. Por isso que no cemitério é mais caro, pois ocorre o inverso, já que a área é menor”, afirmou Frias Neto. A prefeitura anunciou nesta segunda que a sepultura dupla de frente de rua tem lance inicial de R$ 8 mil; sepultura dupla de centro de quadra, R$ 6 mil; sepultura simple

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...