O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu
Convivência

Mortes em apartamento

Vizinhos escutaram discussão e disparos em seguida

segunda-feira, 11 de janeiro de 2021
WhatsApp
LinkedIn

Após disparos, Polícia Militar encontra casal morto dentro de apartamento em Juiz de Fora

Ocorrência foi registrada na tarde deste domingo (10), no Morro da Glória

Os corpos de um casal foram encontrados pela Polícia Militar (PM) dentro do apartamento em que moravam, na tarde deste domingo (10), no Morro da Glória, em Juiz de Fora. Uma das vítimas é um coronel da reserva do Corpo de Bombeiros; as vítimas tinham 56 anos, segundo a polícia. A empregada do casal estava na residência no momento da ocorrência e relatou aos militares uma discussão entre as vítimas.

O G1 procurou a corporação para saber se gostariam de se pronunciar sobre o ocorrido, mas não houve retorno até a última atualização da reportagem.

De acordo com as informações iniciais da PM, a equipe foi acionada após informações de disparo de arma de fogo na Rua Edgard Quinet. Quando os militares chegaram ao local, encontraram o corpo de duas pessoas, sexo masculino e feminino, no terraço da residência.

À PM, testemunhas contaram que os estampidos de arma de fogo foram ouvidos após uma discussão do casal. A perícia da Polícia Civil está no local para averiguar os fatos, assim como a funerária. Ainda não se sabe quem fez os disparos e a causa da morte do casal.

Relato

Conforme o Boletim de Ocorrência (BO), a empregada do casal contou que os dois chegaram ao apartamento separados, por volta das 16h com diferença de 10 minutos entre eles. O casal foi para cobertura do apartamento e começaram uma discussão e depois de algum tempo, a empregada afirmou ter escutado alguns disparos de arma de fogo e viu que tinha sangue nas paredes.

Diante da situação, ele foi em direção à cobertura e encontrou o casal caído, acionando a PM logo em seguida. No BO, consta que oficiais do Corpo de Bombeiros estiveram no local e recolheram a carteira funcional do coronel, certificado de registro de arma de fogo que consta duas armas em nome da vítimas, mas apenas uma foi localizada. Os militares fizeram uma vistoria no apartamento e encontraram um cofre que estava trancado.

A arma, um revólver calibre 38, contendo cinco cartuchos deflagrados, foi recolhida pela perícia. A arma estava próxima aos corpos e, conforme o BO, inicialmente não foi possível definir o autor dos disparos e a vítima.

Fonte: https://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...