O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu
Convivência

Mortes em prédio

Caso é tratado como feminicídio seguido de suicídio

segunda-feira, 29 de junho de 2020
WhatsApp
LinkedIn

Casal morre ao cair de prédio em Niterói; polícia suspeita de feminicídio

Duas pessoas morreram na madrugada de hoje, após caírem de um prédio residencial no bairro de Icaraí, em Niterói (RJ), na região metropolitana do Rio. De acordo com informações da Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNSG), responsável pela investigação, o caso é tratado como feminicídio seguido de suicídio.

As vítimas foram identificadas como Rosângela Pinto, 52, e Elias da Silva, 51. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a morte do casal foi constatada ainda no local.

O condomínio onde Rosângela e Elias viviam fica na Rua Coronel Moreira César, esquina com a Álvares de Azevedo, na zona sul da cidade. Segundo a DHNSG, os dois viviam juntos, mas não eram casados e estavam sozinhos no imóvel no momento do crime. De acordo ainda com a DHNSG, o casal tem dois filhos de relacionamentos diferentes.

Policiais Militares foram acionados para o endereço por vizinhos que relataram discussão entre um casal. "Os agentes se deslocaram para o local e se depararam com dois corpos sobre o telhado de um estabelecimento comercial", informou a Polícia Civil.

Uma vizinha, que pediu para não ser identificada, disse a Universa que a mulher foi muito espancada, antes de ser jogada do prédio.

"Por volta de meia-noite, cheguei na janela do meu quarto e ouvi muitos gritos de socorro. O pessoal dos outros prédios gritava para o homem soltar a ela. Logo depois, a gente escutou três barulhos de impacto. Parece que ele arremessou primeiro um móvel para quebrar a vidraça, depois arremessou a mulher e se jogou em seguida. Deu para ouvir que ele batia muito nela".

Não há informações oficiais ainda se a mulher teria sido arremessada já morta ou desmaiada.

"A unidade aguarda ainda o laudo do exame de necropsia com as causas das mortes", informou a Polícia Civil por meio de nota.

Fonte: https://www.uol.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...