O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu
Ambiente

Obra em condomínio

Mar em Ipojuca surge com mancha escura

terça-feira, 14 de janeiro de 2020
WhatsApp
LinkedIn

Mancha escura surge no mar por causa de obra em condomínio em Muro Alto

Água mudou de cor, segundo moradores e turistas que frequentam praia, em Ipojuca, no Litoral Sul. Condomínio afirma que não há riscos para a saúde

Moradores e turistas que frequentam a Praia de Muro Alto, em Ipojuca, no Litoral Sul de Pernambuco, reclamaram de uma obra feita em um condomínio, que tem derramado um líquido escuro e prejudicado o banho de mar no local. O serviço chegou a ser embargado pela prefeitura, em dezembro de 2019, por, supostamente, fazer descarte irregular de resíduos de construção.

Nesta segunda-feira (13), a Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) informou que notificou o condomínio Ekoara Residence, responsável pela obra, para que apresente laudos conclusivos e laudos laboratoriais da mancha sedimentar constatada na praia.

Imagens enviadas ao WhatsApp da TV Globo mostram uma mancha escura no mar. Os moradores disseram que a cor da água mudou desde que o condomínio começou uma obra no local. Na praia, há uma máquina despejando um líquido na areia, que escorre até o mar.

É possível ver a diferença na colocação da água, que vai de azul até o marrom, com uma espuma amarelada. Apesar da cor alterada, a água que escorre não tem cheiro forte. Segundo o engenheiro responsável pela obra, Francisco Nelinho da Silva, a água escura não traz nenhum risco à população.

"Isso nada mais é que um material orgânico. Como aqui existe mangue e é aterrado, num certo nível de escavação que a gente faz, atinge essa parte da areia escura. Consequentemente, com a água, ela fica com essa coloração diferente, justamente pela areia de mangue. Mas ela não oferece risco. A única coisa que acontece é ficar escuro, o que esteticamente não é legal, mas em 24 horas já está tudo transparente", afirmou o engenheiro.

 

Fonte: https://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...