O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Luiz 'Luizinho' Lima

Ouriço na portaria

Novo colunista do SíndicoNet conta causos da vida como porteiro

Por Luizinho*

 
Convidado, pelo síndico e amigo Sr. João Aranha, para cobrir umas férias, eu prontamente o atendi. Eu já conhecia a dinâmica do prédio, a maioria dos moradores. Então para mim era algo normal como porteiro que sou. Porém não imaginava a grande surpresa que estava prestes a acontecer.
 
Domingo, por volta das 22h30, estava no prédio havia um silêncio total apesar dos 60 apartamentos. Por ser um condomínio de poucos jovens, essa tranquilidade é perfeitamente aceitável pelo padrão da idade dos moradores.Começa agora uma das mais fantásticas  histórias narrada por esse humilde porteiro.
 
O jovem Boletti ao se aproxima da entrada. Eu abro o portão, conversamos um pouco e ele se despede de mim. Boletti tem em altura por volta de 1,95 cm, mas tem um pensamento um tanto quanto lento e ficou gravada em minha memória a história que ele me contou. Um dia Boletti confidenciou-me, que saiu com os amigos e bebeu muito e foi dormir no carro de um colega. Ele pegou no sono e sonhou que estava fazendo xixi. O pior é que ele fez - molhou todo o banco do carro os amigos deles ficaram bolados com a mancada. Boletti tem aquele ar tímido de poeta, mas é todo atrapalhado - parece muito com o personagem Mister Bin (interpretado pelo humorista, Rowan Atkinson). Após conversar um pouco comigo ele foi em direção ao elevador foi quando ele ficou paralisado e me falou:
 
- Luizinho, nossa o que é isso aqui cara? 
 
Percebi que ele tinha tomado um choque, fui ver o que era ai o susto foi duplicado em milhares de vezes. Era nada mais nada menos que um ouriço ( nome cientifico, erinaceus europaeus) fiquei atônito, mas ao mesmo tempo tinha que tomar uma providência urgente. E foi o que eu fiz. Liguei para o Sr. João (síndico) e contei do fato inusitado que estava acontecendo na portaria. E o mesmo me orientou dizendo;
 
-Tem essa porta ao lado da portaria, procura com calma junto com o Boletti levar o ouriço em direção a ela, pois o ouriço deve ter vindo do bosque.
 
O bosque dos jequitibás é uma área com mais de cem mil metros quadrados,  possui inúmeras espécies de animas que ali circulam tranquilamente.Então, falei para o Boletti;
 
 - Boletti o Sr. João (síndico), pediu para que levássemos o ouriço na parte lateral do condomínio, pois tem muitas arvores até ele tomar uma decisão.  Boletti respondeu;

- Não nem pensar, eu vou levar este lindo animal para meu apartamento. Eu  pensei comigo, esse rapaz deve está brincando.  E ele continuou falando; 
 
- Não podemos deixar este animal ir para rua, ele será atropelado.  
 
Começava uma verdadeira peça de teatro. Enquanto eu queria colocar o ouriço ao lado da porta, ele queria levar para o apartamento e levar para os pais dele ver.  O Sr. João (síndico), acompanhava tudo pelo sistema de câmeras.  Boletti passou a mão no ouriço, e ficaram aqueles espinhos na mão dele e aquele sufoco se arrastava. O Sr.  João percebeu que o Boletti estava resistindo em não querer levar o animal para o lado de fora. Então ele não pensou duas vezes, desceu na portaria e já chegou falando grosso; 
 
- Luizinho pega uma vassoura.  Prontamente eu corri e peguei um rodo para mim, uma vassoura para o Sr. João e outro rodo para o Boletti.  O Sr. João, falou firme com Boletti e disse;
 
- Vamos colocar esse animal para fora agora.
 
E era travada uma batalha terrível, tanto no campo psicológico como no campo físico.  Naquele momento, o ouriço já tinha aproveitado um vacilo nosso e entrou no ambiente da recepção. Era espinho para todo lado, uma luta e  um sufoco. O Boletti com dó do animal. Aos poucos fomos conduzindo o ouriço em direção da porta. Quando chegou próximo eu não pensei duas vezes e o empurrei com o rodo. O ouriço rapidamente correu, subiu na grade, pulou em uma árvore e já foi na direção do bosque.  Seu João olhou para mim, e começou a ter uma crise de riso e eu não aguentei comecei a sorrir, e o Boletti olhou para nós, franziu a testa e ficou arrancando os espinhos que o ouriço depositou em suas mãos.
 
Uma das histórias mais absurdas e engraçadas que eu já presenciei. E aquele momento tinha os principais personagens, no palco de um teatro condominial, representados por um porteiro, um morador e o síndico personagens principais que vivem e fazem a história por dentro dos condomínios.
 
 E convidado pelo portal Síndiconet,  a partir de agora irei compartilhar minhas estórias e experiências, com todos os amigos e amigas que acompanham o Síndiconet.
 
(*) Luiz "Luizinho" Lima é porteiro há mais de vinte anos. Também é palestrante e  autor de dois livros: "Cidade Vertical: me conta que eu te conto" (editora Com Arte, 2004), e "Por dentro dos condomínios" (editora Pontes, 2013). As obras tratam da vida em condomínio, focando principalmente nas relações humanas. 
Luizinho continua trabalhando como porteiro, e está cursando direito na cidade de Campinas (SP). Luizinho é conhecido em Campinas, e por onde passa, como Shakespeare das peças teatrais sempre relacionadas a condomínios. Ele faz palestras não só para funcionários de condomínios, mas também para moradores e síndicos.  Para entrar em contato, escreva para luizluizinholima@hotmail.com 

 

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...