O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Problemas estruturais

Condomínio sofre danos por causa de infiltrações e problemas de estrutura

Publicado em: segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Infiltrações e problemas estruturais em condomínio preocupam em Araraquara

Apartamentos no Jardim Santa Clara foram entregues há apenas nove meses. MRV informou que começou procedimentos internos para resolver problemas, mas não deu prazo

Moradores de um condomínio no Jardim Santa Clara, em Araraquara (SP), reclamam de infiltrações em outros problemas estruturais nos apartamentos que foram entregue há apenas nove meses.

A construtora MRV informou que já começou os procedimentos internos para resolver os problemas, mas não deu prazo de quando tudo vai ser consertado.

Ao lado do estacionamento a parte de tribulação elétrica está aberta, fica um buraco com fios expostos. Outra cena que chama atenção é um ralo quadrado improvisado em um buraco redondo.

Também há vazamentos, principalmente onde ficam os hidrômetros.

“O Daae [Departamento Autônomo de Água e Esgotos] veio aqui para nos auxiliar e disse que aquele padrão de registro não é deles, mas da construtora. Falaram que iriam sanar o problema, mas até hoje nada”, disse o síndico Willian Riolfe.

Infiltrações

Em ao menos dois dos oito blocos de apartamentos há graves infiltrações. A situação piora quando chove forte. A água desce pela lâmpada e causa alagamentos dentro das moradias.

O excesso de água estufou o piso da sala, infiltrou para o apartamento de baixo e estragou o guarda-roupas da empresária Jessica Angeloti comprado há dois meses. “Tudo empenado aqui atrás, o guarda-roupas o fundo também já descolou, cama está úmida. Perdi tudo”, disse.

Os moradores retiraram parte do forro em uma das torres e descobriram que as telhas estão cheias de remendos. O síndico foi cobrar uma resposta da construtora. Quanto ao telhado dos prédios, prometeram arrumar, mas não deram prazo, disse Riolfe.

Em relação aos estragos dentro dos apartamentos a resposta foi desanimadora.

“Falamos com um engenheiro da MRV, ele disse que responde pela obra. Posterior a isso era tirar foto e entrar em contato com a MRV ou acionar judicialmente para que possa ser ressarcido o prejuízo causado pela chuva”, disse o síndico.

Responsabilidades

Segundo o advogado Guilherme Antonietto, a construtora tem a obrigação de reparar o telhado.

“O Código Civil fala em 180 dias para o consumidor entrar com ação. É recomendável que, caso a construtora demore a resolver esse problema, o consumidor procure o Poder Judiciário o mais rápido possível”, disse.

A construtora também é obrigada a pagar pelos prejuízos dos moradores. De acordo com o advogado, a lei garante um prazo de cinco anos da solidez e segurança do empreendimento, abrangendo tanto os materiais utilizados quanto o solo.

“Então ela é sim responsável pelos danos causados consequentemente até pela infiltração. Caso haja uma resistência da construtora em ressarcir, é um direito claro do consumidor buscar o Poder Judiciário”, explicou Antonietto.

Fonte: https://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...