O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Reunião com Defesa Civil

Moradores aguardam aval para que possam retornar a suas casas, em Minas Gerais

Publicado em: segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Moradores de prédios na rua Cabo Verde se reúnem com Defesa Civil

Há a possibilidade de que os moradores voltem para as suas casas na segunda-feira, mas eles ainda temem novos estragos e esperam o aval de dois especialistas escolhidos por eles
 
A Defesa Civil e dois especialistas eleitos pelos moradores dos três prédios ameaçados por um buraco nessa quinta-feira (26), na rua Cabo Verde, no bairro Cruzeiro, região Centro-Sul da capital, se reuniram na tarde deste sábado (28) para falar sobre as obras no local.
 
A medida é emergencial e não irá resolver o problema completamente, segundo o engenheiro civil Lincoln Dias Oliveira, nomeado pelos moradores como representante deles. O motivo para a escolha do engenheiro é o fato de Oliveira ter sido o responsável pelo laudo apresentado em uma ação contra a construtora no ano passado a pedido dos moradores, já que não é a primeira vez que os prédios causam problemas. Além disso, o engenheiro é especialista em perícia.
 
O buraco de cerca de 10 metros de profundidade foi tampado com pedras e terra para dar estabilidade aos moradores. No entanto, segundo o engenheiro, a medida pode amenizar o problema em caráter imediato, mas não é a ideal.
 
Os moradores disseram que só voltariam as suas casas quando a Defesa Civil, Oliveira e o geólogo e morador de um dos prédios atingidos, Geraldo Vieira dos Santos, e escolhido para representar os moradores, derem o aval de que não há perigo. A insegurança é justificada por eles pelo fato de já terem tido problemas com a construtora responsável pelas obras.
 
Segundo a Defesa Civil, é possível que as obras emergenciais para tampar o buraco sejam finalizadas entre estes domingo (29) e segunda-feira (31), data em que os moradores já poderiam voltar as suas casas, ainda de acordo com o órgão.
 
A Copasa também esteve no local para fazer o desligamento da Água, além da BHTrans, que também foi ao local para fechar as ruas. A Telemar compareceu já que, com a abertura do buraco, alguns fios ficaram expostos e poderiam causar problemas, por isso a energia teve que ser desligada.
 
Os moradores pretendem fiscalizar ainda a situação do esgoto, água, e o andamento das obras para tampar o buraco.
 
Entenda
 
Na última quinta-feira (26), uma erosão na rua Cabo Verde acabou na interdição de três prédios residenciais no local. O buraco formado aumentou ainda mais depois dessa sexta-feira (27) por causa da forte chuva que atingiu a capital mineira na madrugada. Desta forma, a profundidade do buraco que comprometeu metade da rua chegou em 10 metros.

Fonte: http://www.otempo.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...