O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Ribeirão Preto

Moradores de condomínio estão preocupados com ferro-velho após zika vírus

Publicado em: segunda-feira, 17 de abril de 2017

Ferro-velho preocupa moradores de condomínio após registros de zika

A circulação do zika vírus em Ribeirão Preto (SP), confirmada após o registro de dois casos da doença na cidade, preocupa moradores de um condomínio no bairro Ipiranga, na zona norte. As casas ficam ao lado de um ferro-velho cheio de criadouros do mosquito Aedes aegypit.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Ribeirão Preto, o Centro de Controle de Zoonozes da cidade foi notificado na segunda-feira (28) para resolver o problema no local.

A preocupação aumentou entre os vizinhos do ferro-velho depois que uma das moradoras apresentou sintomas da doença, no início da semana.

"Pintinhas vermelhas apareceram pelo corpo e na terça-feira meu joelho começou a doer", disse a técnica em enfermagem Thaís Antonielli.

Vizinha está grávida

Ela procurou um médico e relatou ainda dor na cabeça e no fundo dos olhos. A técnica ainda aguarda o resultado de exames, mas a suspeita de zika vírus já é suficiente para deixar apreensiva uma vizinha dela, que está grávida.

"A gente fica meio apavorada com casos de microcefalia e dá muito medo", disse a gestante Jeanny Andrade.

Em novembro deste ano, casos de bebês nascidos com microcefalia em outras regiões do país foram associados ao vírus pelo Ministério da Saúde. Em dezembro, a Secretaria Estadual de Saúde informou que seis casos de microcefalia em recém-nascidos são investigados, um deles em Ribeirão Preto.

Apesar do medo, a pedagoga afirma que tem tomado todos os cuidados para evitar contato com o mosquito transmissor.

"Passo repelente, coloco veneno nas tomadas, estou fazendo a minha parte, o problema são os outros", afirmou.

Outros casos

Segundo o síndico do condomínio onde Jeanny e Thaís moram, seis outros moradores já tiveram dengue este ano. Para ele, o problema é causado pelo ferro-velho abandonado.

"Desde junho mando comunicado para o proprietário, fui na Prefeitura e nenhuma providência foi tomada", disse Luiz Guilherme.

Os carros deixados no local servem de criadouros para o mosquito que transmite a dengue, o zika vírus e a febre Chikungunya.

"Existe muito acúmulo de água ali e é muito pernilongo aqui", disse Thaís. "Dentro de casa a gente faz todas as prevenções".

O condomínio está localizado na zona norte de Ribeirão, que registrou 788 casos de dengue até novembro deste ano, segundo último boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura em dezembro. O bairro é o terceiro na concentração de casos da doença na cidade.

Zika vírus

Dois casos de zika vírus foram registrados em Ribeirão Preto no primeiro semestre e foram confirmados pelo Instituto Adolpho Lutz na quinta-feira (24). O primeiro caso foi registrado em um homem de 48 anos e o segundo em uma mulher de 39 anos, que já estão recuperados.

A doença foi identificada pela primeira vez no país em abril e tem provocado intensa mobilização das autoridades de saúde.  Os principais sintomas da doença provocada pelo zika vírus são febre intermitente, erupções na pele, coceira e dor muscular.

A evolução da doença costuma ser benigna e os sintomas geralmente desaparecem espontaneamente em um período de 3 até 7 dias. O quadro de zika é muito menos agressivo que o da dengue.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...