O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Administração

Rombo no orçamento

Condomínio em SP sofre com danos causados por administradora ruim

Publicado em: quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Condomínio tem que pagar dívida de R$ 400 mil feita por administradora

Moradores só descobriram do rombo quando funcionários se manifestaram.
 
O quadro “Meu condomínio tem solução”, do SPTV, mostrou nesta terça-feira (30) como é importante estar atento aos serviços prestados pelas administradoras dos condomínios e sempre exigir a prestação de contas para não ter surpresas mais pra frente. Os moradores de um prédio na Zona Norte de São Paulo, não desconfiaram da administradora e agora têm que arcar com uma dívida de quase R$ 400 mil.
 
A antiga administradora deixou de pagar contas por anos.
 
“Nunca levantaram suspeita nenhuma. Vinham cheques para assinarmos com as contas para serem pagas. A gente sempre acha que as coisas estão em boas mãos. Então a gente vai confiando”, comenta a ex-subsíndica Eunice Carvalho.
 
Os moradores não participavam de assembleias também. Tudo só veio à tona quando os funcionários da limpeza e da portaria contaram para as subsíndicas que estavam sem receber os salários. Os vizinhos começaram a investigar e descobriram que deviam R$ 84 mil para a Sabesp. Para o INSS, o rombo era de quase R$ 300 mil.
 
Nem os itens de segurança estavam em dia. Os extintores de incêndio, que precisam ser trocados a cada dois anos, estavam vencidos. Depois disso, os moradores se uniram e criaram uma comissão para levantar as pendências do condomínio e tentar encontrar soluções para o problema.
 
Eles estão encontrando problemas, mas não está sendo fácil, porque a antiga administradora não repassou os principais documentos e comprovantes de pagamentos. “A gente não tem o nosso passado. Não temos a história recente do condomínio”, diz o conselheiro do condomínio Ângelo Silva.
 
A antiga administradora está com as portas fechadas. Há um recado dizendo que o local fechou para reforma até o dia 26 de outubro, mas não reabriu, porque a correspondência, inclusive no nome do condomínio, continua no chão. Ninguém atende o telefone também.
 
Enquanto isso, o condomínio contratou uma nova administradora e renegociou a dívida com a Sabesp, que vai ser quitada em 24 parcelas. A do INSS, em 60 vezes. O dinheiro sairá do bolso dos moradores, mais uma vez.
 
“É uma lição, que foi infelizmente pelo caminho tortuoso, doloroso, porque está doendo no nosso bolso”, lamenta a moradora Andreza Saran.
 
A advogada da antiga administradora disse, por nota, que as denúncias feitas pelos moradores não são verdadeiras e que o caso já está na Justiça.

Serviço

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...