O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
José Elias de Godoy

Segurança redobrada

Conheça situações para ficar ainda mais de olho ao seu redor

Conheça situações para ficar ainda mais de olho ao seu redor

Por José Elias de Godoy*

Na maior parte dos furtos e roubos em condomínios, os ladrões fazem levantamentos antecipados junto ao local do crime a fim de planejar a ação.

Destacaremos, a seguir, situações em que as pessoas podem estar em atitude suspeita e que demandam observação minuciosa por parte de todos os integrantes do condomínio (moradores e funcionários) e que auxiliam na prevenção:

  • Aparentes funcionários de empresas da companhia de telefonia, de água e esgoto, de energia elétrica, de entrega de gás, TV a cabo etc., que simulam consertos a serem executados;
  • Pessoas que prestem muita atenção ao condomínio, observando sua portaria ou garagem;
  • Indivíduos que demonstrem muito interesse pelo sistema de segurança do condomínio;
  • Técnicos (telefone, eletricistas, gás, eletrodomésticos, serviços gerais, etc.) que insistam em entrar no condomínio dizendo terem sido solicitados para consertos nas residências;
  • Pessoas muito bem vestidas e extremamente simpáticas que se fazem passar por compradores de imóveis e que procuram ganhar a confiança dos porteiros para entrar no prédio;
  • Indivíduos que circundam um veículo (quando estacionado) e/ou pareçam aguardar a chegada do dono para apanhá-lo;
  • Estranhos funcionários, com perfis suspeitos, encarregados da leitura de relógios de luz e água que, por sua localização, tenham que adentrar o condomínio;
  • Motoristas ou motoqueiros que se aproximem de moradores ao entrarem no condomínio;
  • Pessoas em grupo ou mesmo isoladas que procurem aproximação física de moradores nas proximidades do condomínio;
  • Indivíduos que possuam tatuagens grosseiras, malfeitas, típicas de presidiário
  • Veículos estacionados nas imediações do condomínio por muito tempo, com pessoas em atitudes suspeitas em seu interior, principalmente à noite;
  • Telefonemas de pessoas estranhas que solicitam informações confidenciais e pessoais de moradores ou de funcionários do condomínio;
  • Desaparecimento de correspondências da caixa do correio do condomínio;
  • Pessoas que resistam quando lhes é solicitado algum documento de identidade na portaria;
  • Indivíduos bem trajados que se fazem passar por pessoas de classe social elevada, intitulando-se doutores ou mesmo autoridades, forçando sua entrada no condomínio, intimidando os porteiros;
  • Pessoas na rua simulando acidentes e que pedem socorro, solicitando, inclusive, para entrar no condomínio, a fim de ligar para os órgãos de emergência, o que pode ser uma armadilha ou cilada;
  • Telefonemas de pessoas se passando por moradores solicitando a liberação de estranhos que estejam aguardando na portaria; 
  • Entregadores de pizzas, flores, refeições, etc., e mesmo de encomendas não solicitadas, que desconhecem o nome e o endereço correto do morador.

Para tanto os funcionários e moradores deverão redobrar a atenção a essas e outras situações a fim de acionarem a Polícia Militar, pelo telefone 190, ou mesmo de uma Unidade Policial mais próxima, a fim de averiguar a atitude suspeita das pessoas envolvidas, prevenindo assim possíveis delitos a serem cometidos.

(*) José Elias de Godoy é especialista de Segurança em Condomínios e autor dos livros “Manual de Segurança em Condomínios’’ e “Técnicas de Segurança em Condomínios”. Mais informações: elias@suat.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...