O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Sem água

Governador de SP volta a dizer que não há falta d'água na capital

Publicado em: quinta-feira, 7 de agosto de 2014

ALCKMIN VOLTA A NEGAR RACIONAMENTO DE ÁGUA EM SP

Governador de São Paulo levantou suspeitas sobre interesses em torno do problema de abastecimento, citando denúncia de falta d'água em um condomínio, recebida por uma emissora de rádio e que acabou sendo desmentida; "Eles foram ao condomínio e não faltava água. E a pessoa [que fez a denúnica] não morava no condomínio. Quem ligou lá [na rádio] para fazer esse tipo de denúncia?", questionou
 
O governador Geraldo Alckmin minimizou hoje (5) os problemas de escassez de água em São Paulo e negou que o estado esteja vivendo um racionamento. Alckmin destacou que esta é a pior seca dos últimos 84 anos na região.
 
As declarações feitas depois de um encontro entre o governador e o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) em Brasília. Alckmin, que é candidato à reeleição, assegurou que 86% dos paulistas atenderam ao apelo do governo e reduziram o consumo depois do bônus oferecido à população em troca da economia de água.
 
"Fizemos uma grande economia. Temos hoje metade das reclamações do mesmo período do ano passado", afirmou o governador. Ele levantou suspeitas sobre os interesses em torno do problema de abastecimento, citando uma denúncia de falta d'água em um condomínio, recebida por uma emissora de rádio e que acabou sendo desmentida ontem (4). "Eles foram ao condomínio e não faltava água. E a pessoa [que fez a denúnica] não morava no condomínio. Quem ligou lá [na rádio] para fazer esse tipo de denúncia?", questionou.
 
Há quase um mês, o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) divulgou os resultados de uma campanha lançada na Grande São Paulo, que se contrapunham a declarações da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), que negava o desabastecimento.
 
O balanço parcial da campanha ainda mostrou que a falta d'água ocorre todos os dias, pelo menos uma vez, em 76% dos casos. Para 14% das pessoas que fizeram o relato, o racionamento é feito mais de uma vez por semana. Entre os demais consumidores, 4% indicaram que isso ocorre mais de uma vez por dia, 2% relataram a frequência de uma vez por mês e 1% mais de uma vez por mês.
 

Fonte: http://www.brasil247.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...