O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Marcio Rachkorsky

Sem crise

Condomínio pode ser ótimo para trabalhar, mas pede preparo

Condomínio pode ser ótimo para trabalhar, mas pede preparo

Mercado de condomínios não sente a crise, já que prédios não podem falir

O mercado de condomínios não sente a crise. Afinal, prédios não podem falir, fechar ou pedir recuperação judicial. O mercado ainda cresce em ritmo alucinante, fruto dos áureos tempos de boom imobiliário. Dezenas de condomínios e loteamentos são inaugurados a cada mês.

É um mercado que emprega formalmente um batalhão de funcionários, contrata uma infinidade de serviços e compra regularmente muitos produtos. Estima-se que um terço da população já more em condomínios (só na capital paulista são mais de 30 mil), sem falar nos prédios comerciais, loteamentos horizontais e flats.

Num universo tão grandioso, as oportunidades de trabalho não param de aumentar. Para quem deseja um emprego formal, com nível médio de formação, há vagas para porteiro, segurança, faxineiro, zelador e gestor predial.

Já na área de manutenção há espaço para empresas que trabalham com interfone, paisagismo, portão, bombas, piscina, limpeza de caixa d'água, dedetização, elevadores, sistema de câmeras, cerca elétrica etc.

Na área de obras e serviços, os condomínios contratam impermeabilização, pintura, recuperação de fachada, reformas de espaços de lazer, aquecimento de piscina, retrofit, dentre outras tantas. Isso sem falar da compra de produtos (de limpeza, por exemplo) e na assessoria de profissionais como advogados, contadores e arquitetos.

Vale ressaltar que os condomínios costumam pagar em dia todos os seus funcionários e prestadores de serviços, já que as despesas são aprovadas anualmente nas assembleias. Eis mais um motivo para trabalhar nesse mercado...

Além disso, uma mesma administradora cuida de vários condomínios e, quando uma empresa faz um bom trabalho, a administradora pode indicá-la para vários outros prédios, possibilitando crescimento rápido.

É importante lembrar que os condomínios funcionam como verdadeiras empresas, e o nível de exigência dos moradores aumentou, de forma que o sucesso nesse mercado requer dedicação, preraro técnico e paciência para reuniões até tarde.

Marcio Rachkorsky é advogado, especialista em condomínios. Presidente da Associação dos Síndicos de SP e membro da Comissão de Direito Urbanístico da OAB-SP

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...