O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Tentativa de assalto

Homem se passou por funcionário para entrar em condomínio

sexta-feira, 5 de outubro de 2018

Descendente de coreanos é preso na BA ao fingir ser funcionário de chineses para invadir casa e furtar

Para assistir esse vídeo, acesse aqui. Você será redirecionado para outro site.

Suspeito disse que trabalhava para as vítimas e iria buscar caixas no imóvel. Homem foi impedido por porteiro, que desconfiou da ação.

Um jovem descente de coreanos foi preso no início da semana, após tentar invadir o apartamento de comerciantes chineses para furtar pertences, na cidade de Ilhéus, no sul da Bahia. O suspeito tem 21 anos e nasceu em São Paulo.

De acordo com informações da Polícia Civil, Deivid Jae Yong Furtado teria fingido ser funcionário da loja das vítimas para conseguir entrar no imóvel. O jovem foi interceptado pelo porteiro, que percebeu que ele não era da família.

"No momento em que ele abriu o apartamento da vítima, ele disse: 'Não, vim buscar caixas de material. Eu trabalho para o China'. Então, na verdade, ele tentou confundir, porque ele tem traços orientais", disse a delegada Rita de Cássia Ribeiro.

O caso ocorreu na segunda-feira (1º). Dois comparsas do suspeito conseguiram fugir. Deivid passou por audiência de custódia na tarde desta quarta-feira (3), onde foi mantida a prisão dele. O jovem será encaminhado para o Presidio Ariston Cardoso, em Ilhéus.

A polícia suspeita que o jovem seja integrante de um grupo que atua na Bahia há algum tempo. Há registros de furtos nas cidades de Ilhéus, Itabuna, Santo Antônio de Jesus, Salvador e Feira de Santana.

A tática de fingir ser funcionário dos chineses para invadir as casas, enquanto as vítimas estão trabalhando, é a mesma, em todos os casos, segundo a polícia. A situação está sob investigação.

"Eles adentram as casa, invadem as casa, utilizando chaves falsas. Aí, eles subtraem tudo o que encontram: eletrônicos, dinheiro, joias. Tudo das casas dos chineses. Então, eles causam um prejuízo muito grande", contou a delegada Rita de Cássia Ribeiro.

Fonte: https://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...