O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×
Cadastrar
Entrar
Cotar Pedir orçamentos
Seja um fornecedor
menu
Alexandre Marques

Trabalho da administradora

Empresa muitas vezes responde melhor questões técnicas que síndico, por ter mais conhecimento

Por Mariana Ribeiro Desimone
27/05/13 03:32 - Atualizado há 6 anos
WhatsApp
LinkedIn

 Por Alexandre Marques (*)

Nós que participamos de assembleias de condomínio quase diariamente, ouvimos muito a expressão nestas reuniões, ainda mais naquelas mais “acaloradas” que a administradora do condomínio está trabalhando para o síndico e sua equipe diretiva e, não, para o condomínio, como deveria.

Ouvimos ainda que a empresa está “blindando” a equipe, respondendo por eles em assembleia as perguntas formuladas, etc. Dando claramente o caráter de que haveria um conluio entre a administradora e a equipe responsável pela gestão do condomínio, eleita em assembleia.

Ora, nada mais equivocado. As administradoras, em sua maioria esmagadora, atuam de forma independente, séria, ética, profissional, buscando sempre o melhor para o condomínio e, sabe por quê? Porque sabe que seu nome é o que ela tem de mais valioso no mercado, construído ao longo de anos de trabalho duro e honesto. Além disso, sabe ainda que o condômino de um condomínio hoje, será morador em outro condomínio amanhã e, se gostar do trabalho da empresa, poderá indica-la em seu novo prédio.

Não se pode confundir o trabalho de apoio que a administradora dá aos síndicos e conselho em assembleia a “blindagem” ou qualquer outra finalidade escusa. Pelo contrário, parece-nos até natural que isso ocorra. Afinal, se ela cuida da gestão administrativa do condomínio, nada mais óbvio que ela esteja apta a responder toda e qualquer pergunta feita sobre a administração do condomínio. E, por sua especialidade e experiência, por vezes, consegue explicar à massa condominial em assembleia com muito mais clareza e didática uma questão intrincada do que o faria outra pessoa, principalmente um morador que está ocupando cargo diretivo pela primeira vez e tem dificuldade até com os termos técnicos empregados.

Daí a importância da empresa se colocar diante da direção do condomínio de forma independente e autônoma, desde o início. Claro que está subordinada as decisões da direção e da assembleia, porém, fazendo-o sempre de forma a não comprometer a seriedade de seu trabalho, com ética, transparência e eficiência.

Por outro lado, não podemos fechar aos olhos a uma ínfima parte destas empresas que realmente aliam-se aos maus síndicos, formando com estes verdadeiras quadrilhas dentro de condomínios, lesando os cofres da administração, e, aí sim, blindando a equipe diretiva com informações contábeis, financeiras, adulteradas, forjadas, levando a massa condominial a erro que, quando percebido, geralmente, já deixou o condomínio em uma situação de insolvência quase que total.

Felizmente o mercado de trabalho se encarrega desta seleção natural, fazendo com estas “empresas”, aí na acepção criminal do termo, pois, não podem ser chamadas de administradoras, fechem suas portas e seus dirigentes fujam!

De modo que há sim de se dar crédito ao trabalho que a administradora faz sempre de forma imparcial e independente para que o condomínio possa ser estar gerido de forma eficaz, transparente e honesta. Contrate uma administradora. Ela é sua parceira, síndico. 

(*) Alexandre MarquesAdvogado militante Consultor em Direito Condominal; Colunista SíndicoNet; Pós-Graduando em Direito Civil e Processo Civil; Especialista em Processo Civil pela ESA e Direito Imobiliário pelo UniFMU; Relator do Tribunal de Ética da OAB/SP , Diretor de Ensino da Assosíndicos (Associação de Síndicos de Condomínio Comerciais e Residenciais do Estado de São Paulo); Conferencista da OAB/SP, CRECI e SECOVI/RO; Sindicato dos Corretores de Imóveis de São Paulo, Conferencista convidado pela Faculdade Dois de Julho - Salvador/ BA, no curso de Pós-Graduação, Co-Autor do Audiolivro: “Tudo o que você precisa ouvir sobre Locação”, Editora Saraiva, Articulista de vários meios de mídia escrita e falada.

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...