O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Mercado

Valorização no Paraná

Preços dos imóveis no litoral do estado triplicaram em quatro anos

Publicado em: quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Valorização imobiliária chega aos imóveis das praias do PR

Terrenos na beira do mar vendidos há quatro anos por R$ 40 mil valem hoje R$ 120 mil, segundo especialistas
 
Quem desceu para o Litoral do Paraná neste fim de ano se deparou com uma quantidade grande de oferta de imóveis à venda. A explicação estaria na alta rotatividade, uma das características dos imóveis no litoral e na valorização registrada nos últimos quatro anos, resultado do boom imobiliário brasileiro. Em algumas imobiliárias consultadas, a oferta de imóveis à venda chegava a 300.
 
O corretor Cilas Siqueira Sfeir, da Imobiliária Atlântico Sul, de Pontal do Paraná, cita a valorização ocorrida nos últimos anos como a responsável pelo grande número de ofertas. Ele diz que há quatro anos, por exemplo, os terrenos ao lado do mar eram vendidos por R$ 40, R$ 50 mil. Hoje eles estariam custando R$ 120 mil. “Muitas pessoas estão aproveitando para vender estes terrenos em função do lucro que já obtiveram”, afirmou ele.
 
Sfeir ressalta que há dois ou três anos era comum o interessado em comprar um imóvel aparecer na imobiliária com a placa de “vende-se” debaixo do braço. “Eles se interessavam pelo local e, para garantir o negócio, tiravam a placa até vir na imobiliária”, contou. Sfeir credita a oferta de imóveis ao grande número de novas casas e sobrados que estão em construção no litoral. “Os financiamentos imobiliários estão mais fáceis”, diz.
 
Para Carlos Paulino, vice-presidente de lançamentos e comercialização imobiliária do Sindicato da Habitação e Condomínios do Paraná (Secovi-PR), a oferta é reflexo do mercado aquecido. Paulino ressalta que os imóveis no Litoral têm essa característica de ter alta rotatividade. Exemplifica que, quando há algum aperto financeiro, o primeiro bem do qual as famílias se desfazem é da casa de praia. Outra situação observada pelo diretor do Secovi-PR é o fato de que, com o aumento do poder aquisitivo, as pessoas que já tinham uma casa mais simples no litoral estão podendo trocar por uma melhor.
 
Sobre o tempo de venda dos imóveis, o corretor Francisco Rocha conta que, se o preço estiver dentro do mercado, a papelada dos imóveis estiver em dia e a localização for boa, a venda pode acontecer em um mês. Do contrário, pode demorar até um ano. Rocha é um dos corretores ouvidos pela reportagem que afirmou que neste ano a oferta está um pouco maior que a de anos anteriores. “Mas nada além do normal. Apenas acompanhou o desenvolvimento da construção civil”, esclareceu.

Fonte: http://www.bemparana.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...