O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Vida animal

Em Mauá, (SP), condomínio tem que conviver com cobras e lagartos

Publicado em: quarta-feira, 21 de março de 2012

Cobras saem de terreno e aparecem em condomínio

Quatro cobras de pequeno porte, lagartos, ratos e um gambá foram achados no condomínio  Barão de Mauá, no Parque São Vicente, em Mauá. Ao lado do estacionamento, grande terreno está com falta de manutenção e limpeza há cerca de um ano.
 
A última cobra encontrada foi na quinta-feira, em frente à porta de entrada de um dos prédios. "Os moradores vêm e me chamam. Tem umas que dá para encarar, mas tem outras que não me atrevo", disse o zelador Vilmar Pinto Barbosa, 40 anos.
 
Os lagartos preferem o estacionamento e se escondem debaixo dos carros. "Os bichos chicoteiam com o rabo e os moradores, muitas vezes, não conseguem entrar nos veículos", disse a síndica Tânia Regina da Silva, 54.
 
Segundo Tânia, além da Prefeitura, o Centro de Zoonoses e a Vigilância Sanitária já foram chamados, mas nada foi feito.
 
"Sou síndica há 15 anos e é sempre a mesma coisa com esse terreno, uma luta para virem limpar."
 
A Prefeitura informou que prioriza a limpeza e manutenção das vias públicas. Em nota, disse que a Secretaria de Serviços Urbanos começou ontem o serviço de capinação no Parque São Vicente. Já sobre o corte do mato no terreno, a administração afirmou que "será efetuado de acordo com o cronograma de limpeza".

Fonte: http://www.dgabc.com.br

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...