O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Vizinho famoso

Obra demorada em unidade de Ronaldo gera desconforto na vizinhança

Publicado em: quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

 Obra de Ronaldo causa revolta em condomínio e vai parar na Justiça

Projeto de reforma em apartamento nos Jardins está prejudicando os vizinhos
 
Recém-empossado por Ricardo Teixeira como membro do COL (Comitê Organizador Local) da Copa do Mundo de 2014, o ex-jogador Ronaldo já enfrenta problemas na Justiça. Porém, bem mais prosaicos do que os do chefão da CBF, acusado, entre outras coisas, de receber propina em negócios à frente da Confederação.
 
O problema de Ronaldo com a Justiça acontece em razão de uma obra em um dos apartamentos do ex-jogador em São Paulo. A dor de cabeça tem sido grande para os vizinhos do craque, que está reformando a cobertura de um flat na região dos Jardins, uma das regiões mais valorizadas da cidade. 
 
O imóvel, de 120 m² e avaliado em cerca de R$ 930 mil, passa por obras há cerca de cinco meses. Em setembro, a vizinha do andar de baixo entrou com processo na Justiça porque a reforma de Ronaldo estava causando infiltrações sérias em seu apartamento, além de barulho excessivo durante o dia inteiro. Segundo os advogados da vítima, há seis buracos no teto da residência, e é possível ver o andar de cima por alguns deles. 
 
Nesta quarta-feira (7), o R7 acompanhou no Fórum João Mendes, em São Paulo, a audiência de conciliação entre o jogador e representantes da vizinha que reclama. Durante a sessão, ficou claro que o jogador vai demorar a resolver o problema. Seus advogados não apresentaram solução breve para o impasse e ainda teriam feito uma oferta em dinheiro aos advogados da vizinha que abriu o processo. Os advogados recusaram a “oferta”. 
 
O primeiro despacho do Juiz Sang Duk Kim, da 7ª vara cível de São Paulo, de 16 de setembro, informou que a obra é de grande porte e determinou que fosse apresentado em 48 horas o cronograma e o projeto da reforma. Só que o projeto que os advogados levaram à Justiça era diferente daquele protocolado na Prefeitura, que até então não havia autorizado a obra. 
 
Cerca de 15 dias depois do primeiro despacho, o juiz determinou o embargo total da reforma, já que nenhuma das condições propostas havia sido atendida pela empresa que cuida da obra de Ronaldo. Também ficou estabelecido que deveriam ser tomadas medidas para que a situação no andar de baixo não piorasse, principalmente a realização de uma impermeabilização adequada da laje do apartamento do ex-jogador. 
 
No final de outubro, depois que um perito avaliou o que deveria ser feito na obra para não causar mais transtornos, o problema de Ronaldo aumentou. O juiz considerou as s medidas tomadas para evitar outros vazamentos de “absolutamente precárias” e falou que não serviam para impermeabilizar a laje, que estava vazando. 
 
Nesta terça, o juiz responsável pelo caso afirmou que parar a reforma seria pior para todos, já que não resolveria o problema de infiltração. Porém, continuar do mesmo jeito que estava sendo feita pode ser um risco. As duas partes voltarão a conversar em no máximo 20 dias. 
 

Condôminos revoltados 

A dor de cabeça está tão grande que os condôminos do prédio se uniram contra a reforma de Ronaldo. Eles farão nos próximos dias uma reunião para decidir de que maneira vão agir caso o cenário não mude.
 
A confusão é tão grande que custou até o cargo da síndica do prédio, que teria liberado a realização da obra mesmo sem um projeto adequado.
 

Fonte: http://esportes.r7.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...