O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque para um navegador moderno para ter uma melhor experiência no SíndicoNet 😉

Saiba mais ×

Favoritos

Entrar

Crimes no condomínio

Abuso sexual infantil

MS: Justiça prende idoso que estuprava vizinha

sexta-feira, 10 de setembro de 2021
WhatsApp
LinkedIn

Três anos após julgamento, Justiça manda prender idoso que estuprava vizinha

A vítima tinha apenas 4 anos na época. O caso só foi descoberto após testemunha filmar os abusos 

Três anos e um mês separam o dia da condenação de Waldemar Baptista Nobre, de 86 anos, da ordem judicial que determinou sua prisão definitiva pelo estupro de uma criança de 4 anos. O caso veio à tona em 2015, após um vizinho gravar o idoso abusar sexualmente da menina e avisar a polícia.

Na época, a vítima morava no mesmo condomínio que o idoso e costumava brincar em frente a sua residência. Waldemar ficava sentado em uma cadeira na calçada e aproveitava esses momentos para se aproximar da menina.

Para trazer a criança para perto, oferecia geladinhos e praticava os abusos. O crime ocorreu mais de uma vez, até que um dos vizinhos flagrou a cena e filmou o estupro. Depois de ser descoberto, o idoso chegou a fugir para a casa do filho em Ribas do Rio Pardo, mas acabou preso pela Polícia Civil.

Na delegacia, tentou negar o crime, mas ao ver o vídeo, confessou e ainda afirmou que estuprava a menina nos “momentos de solidão”. A criança foi ouvida também e revelou que Waldemar pedia para ela não contar aos pais.

A condenação pelo crime veio em agosto de 2018, uma pena de 8 anos de reclusão em regime semiaberto, com direito de recorrer em liberdade, e o pagamento de R$ 1 mil de danos morais. Inconformada com a pena, a defesa recorreu e conseguiu reduzir a sentença para 4 anos, com suspensão da execução por 4 anos.

Foi a vez do Ministério Público recorrer. No STJ (Superior Tribunal de Justiça), a pena foi restabelecida aos 8 anos. Só após a decisão, o juiz da 7ª Vara Criminal de Competência Especial expediu mandado de prisão para Waldemar, que agora, deve começar a cumprir a pena determinada em 2018.

 

https://www.campograndenews.com.br/

Matérias recomendadas

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.