O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Convivência

Agressão entre condôminos

Vizinho perdeu 16 dentes, fraturou costelas e colocou placas de titânio

Publicado em: sexta-feira, 8 de novembro de 2013

 Suspeito e vítima de agressão em condomínio vão à audiência em SE

Vítima diz que foi espancada após pedir para vizinho dirigir devagar. Ele perdeu 16 dentes, fraturou três costelas e colocou placas de titânio.
Marina Fontenele
 
Após quase um ano da agressão que sofreu dentro de um condomínio no bairro Coroa do Meio em Aracaju, em Sergipe, o funcionário público José Hunaldo Nascimento, o suspeito e testemunhas participaram da primeira audiência do caso realizada nesta quarta-feira (6) na 1ª Vara Criminal de Aracaju, localizada no Fórum Gumersindo Bessa.
 
Hunaldo, que tem 55 anos, foi agredido no dia 18 de novembro de 2012 após pedir que um morador conduzisse o veículo mais devagar dentro do condomínio, onde várias crianças estavam brincando. A equipe de reportagem do G1 SE falou com o suspeito, mas ele preferiu não se pronunciar sobre o ocorrido.
 
“Eu tinha acabado de acender a churrasqueira do condomínio onde eu moro há 20 anos quando esse rapaz entrou com o carro em alta velocidade e queimando pneu. Como eu estava com a minha família e tinha muitas crianças no condomínio eu fui lá e pedi a ele que saísse com cuidado porque ele poderia acabar atropelando alguém. Disse isso e virei as costas e depois só me acordei com socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e policiais. Vi minha esposa e filhas ao meu lado e uma poça de sangue enorme, sem contar que minha mandíbula estava pendurada, encostando no meu peito”, relata a vítima.
 
O funcionário público ficou internado durante quatro dias e em repouso em casa por mais três meses para se recuperar da fratura em três costelas, perda de 16 dentes, colocação de cinco placas de titânio e 21 parafusos na face.
 
De acordo com o advogado da vítima e assistente de acusação, Alcivan Menezes Silveira, o caso foi investigado pela Delegacia de Turismo da capital e o suspeito foi denunciado pelo Ministério Público do Estado por lesão corporal grave.
 
“O suspeito criou um álibi onde diz que primeiro recebeu dois socos de Hunaldo e só aí ele revidou, fato que não se confirma de acordo com as provas coletadas no processo e relato das testemunhas. Acredito que com o andamento desse processo o suspeito possa ainda ser responsabilizado por uma tentativa de homicídio uma vez que ele assumiu o dolo eventual ao dar vários golpes na vítima que ficou muito machucada e desacordada”, afirma o advogado Alcivan Menezes.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...