O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Segurança

Bandido preso

Homem instalava câmeras em condomínios e depois os roubava

Publicado em: quinta-feira, 18 de outubro de 2012

 Instalador de câmeras de segurança é preso após roubo no Distrito Federal

Ele é suspeito de assaltar casa em condomínio onde trabalhou, no Lago Sul.Instalador e outros dois foram localizados por meio de celular roubado.
 
Um instalador de câmeras de segurança e outros dois homens foram presos após um assalto no Jardim Botânico, no Distrito Federal, na noite deste domingo (14). O grupo praticou o crime em casa em um condomínio onde o instalador havia trabalhado. Entre os moradores estavam crianças, que foram mantidas reféns junto com a família.
 
Os três homens foram presos em flagrante e levados à delegacia. Segundo a Polícia Militar, eles estavam descarregando os pertences das vítimas na casa de um dos bandidos, no Paranoá.
A prisão rápida se deve a um celular roubado que foi rastreado. A polícia também recuperou cartões bancários, semijoias e aparelhos eletrônicos. Apreendeu ainda as duas armas usadas no assalto, munição, uma malha para cobrir o rosto e o carro utilizado no crime.
 
Na delegacia, a PM descobriu que um dos presos é instalador de câmeras de segurança. O homem, de 48 anos, inclusive, teria trabalhado no condomínio onde a casa foi assaltada.
 
“Foi o que ele passou para nós que estava trabalhando no condomínio, fazendo instalações de câmeras de segurança. Provavelmente, ele não tinha instalado [câmera na casa roubada] e, talvez, até para conseguir instalar essa câmera lá, foi articulado esse plano”, falou o sargento Alves, do 21º batalhão.
 
A casa invadida fica em um condomínio no Jardim Botânico, no Lago Sul. De acordo com a polícia, às 21h deste domingo, um dos criminosos ficou do lado de fora dando cobertura enquanto os outros pularam o muro.
 
Uma das vítimas tem 63 anos. Ela disse que foi feita refém com mais quatro pessoas, duas delas crianças, por pelo menos meia hora.
 
“Entraram pela área de serviço, armados, cada um com uma arma, encapuzados, com luva. Eles pediam tudo: dinheiro, joia, dólar, computador. Pedi a Deus que aconteça de novo, porque é muito duro, é muito traumatizante”, contou a vítima de 63 anos, que não quis ser identificada.

Fonte: http://g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...