O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Manutenção

Condomínio interditado

Moradores consideram laudo de engenheiro tendencioso e precipitado

Publicado em: segunda-feira, 16 de março de 2015

Moradores do Edifício Versailles querem novo laudo de condomínio

Moradores discordam sobre laudo que aponta 'falta de manutenção'.Desabamento de varanda matou duas pessoas e feriu uma terceira.
 
Os moradores do Edifício Versailles, que foi interditado após o desabamento de uma varanda matando duas pessoas, discordam do laudo apresentado pelo Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura Secção Ceará (Crea-CE). Segundo o advogado dos condôminos, Vítor Holanda, o laudo é “tendencioso e precipitado”.
 
O advogado afirma que a construtora do prédio contratou um engenheiro para verificar a causa do acidente.
 
“O laudo deveria ter sido feito pela própria construtora e a planta do edifício sequer foi consultada”, disse ele. Holanda afirma que o engenheiro contratado tinha “todo o interesse” em realizar um laudo favorável à construtora acusando falta de manutenção como a causa do comprometimento do condomínio.
 
Uma varanda do Edifício Versailles desabou por volta das 17h de do dia 2 de março, matou dois homens e feriu um terceiro gravemente. Os moradores deixam o prédio no mesmo dia. No dia seguinte, 3 de março, a Defesa Civil de Fortaleza comunicou que o prédio estaria interditado por tempo indeterminado.
 
A comissão formada por quatro engenheiros indicados pelo órgão e dois da construtora responsável pelo edifício, concluiu o laudo técnico da situação do prédio. De acordo com o estudo, a estrutura de sustentação da varanda estava ''totalmente oxidada por causa da ausência de manutenção preventiva na edificação''.
 
O advogado Vítor Holanda afirma que os condôminos vão fazer a “escora” da estrutura do prédio como solicitado pela Defesa Civil de Fortaleza. Mas, devem contratar uma outra empresa para realizar um novo estudo e colher amostras para um novo laudo.
 
“Na planta as varandas são menores e não existem jardineiras. Construíram algo diferente da planta” disse. Dependendo do resultado novo estudo, os proprietários dos apartamentos devem entrar, ou não, com ações legais.

Fonte: http://g1.globo.com/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...