O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Crime ambiental

Gatos são envenenados em condomínio sergipano e geram indignação

Publicado em: quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Moradores se indignam com crime ambiental contra gatos

Gatos foram mortos por envenenamento, segundo moradores

O sentimento de moradores do Condomínio Riviera Del Mar, localizado na Rodovia José Sarney, na Aruana, é de total indignação. No último domingo, 3, a proprietária de um dos imóveis, Sandra Coelho, constatou a morte de dois gatos que, segundo ela, circulavam livremente pela localidade.

“O primeiro animal foi trazido por outra moradora que procurava desesperadamente a ajuda do meu marido, que é médico, e por saber que amamos felinos. O segundo foi encontrado no meu próprio jardim, sendo esse animal uma fêmea que trazia consigo dois filhotes”, detalhou a moradora.

Sandra acrescenta ainda que há suspeitas de que a morte desses gatos é proveniente da intolerância dos próprios moradores, que resistem ao considerar que a área ocupada por moradias era antes habitada por animais de várias espécies.

Dois gatos foram vítimas de envenenamento no último domingo, 3, segundo moradores

“Os animais são os donos originais desse espaço e a intolerância dos moradores é nítida quando testificamos o envenenamento dos gatos com base na reação dos mesmos antes da morte. Além de ser um risco para os animais, pode estar sendo um risco para crianças que circulam diariamente no condomínio”, ressaltou.

A funcionária Elvira Maria Alves, que trabalha no local há seis anos, afirma que os gatos não ofereciam perigo algum para os moradores do condomínio.

“Os felinos nem sequer tinham costume de roubar alimentos, ou seja, a convivência com eles era de total tranquilidade. São seres inofensivos que estão sendo alvo de pessoas mal intencionadas. Rumores apontam para a ideia de que há moradores que impulsionam os próprios funcionários a aplicar o veneno”, relatou Elvira, que mantêm alimentados os filhotes deixados pela fêmea envenenada no último domingo.

 

O morador Antônio Vital, que reside no Riviera Del Mar há mais de 12 anos, esclarece que a primeira matança de gatos no local ocorreu há quatro anos, quando dois animais adultos e seis filhotes foram envenenados.

“Na época, o fato motivou uma discussão sobre o assunto numa das reuniões entre moradores. No entanto, posso garantir que a presença de gatos inibe a permanência de ratos e até de baratas no condomínio, o que é benéfico para as famílias que residem aqui. Lamentavelmente, no último fim de semana esse fato voltou a ocorrer e, como morador, pretendo gerar um boletim de ocorrência não apenas em função da morte desses animais, mas pela intensidade do veneno utilizado, que produz efeito letal imediato”, garantiu Vital.

Denúncia

A morte de gatos no Condomínio Riviera Del Mar tem gerado divulgações e compartilhamentos em rede social e manifestação de uma Organização Não-Governamental que atua em defesa de animais.

Tida como primeira lei que criminalizou, de forma efetiva, as condutas nocivas ao meio ambiente, a Lei 9605/98 incorre nas mesmas penas quem impede a procriação da fauna, sem licença ou autorização, quem modifica, danifica ou destrói ninho, abrigo ou criadouro natural ou quem vende, expõe à venda, exporta ou adquire, guarda, tem em cativeiro ou depósito, utiliza ou transporta ovos, larvas ou espécimes da fauna silvestre, nativa ou em rota migratória.

Denúncias contra crimes ambientais que necessitem de ações investigativas podem ser feitas junto à Delegacia de Proteção ao Consumidor e Meio Ambiente (Deprocoma -  79 3213 1064). Quando há um flagrante, o cidadão pode entrar em contato com o Pelotão de Polícia Ambiental (PPAmb - 79 3248 8306).

Fonte: http://www.infonet.com.br/

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...