O seu navegador é muito antigo :-(

Dica: Troque gratuitamente para um navegador mais atual para ter uma melhor experiência no SíndicoNet ;-)

Escolha um navegador ×
Ambiente

Crimes ambientais

Condomínio em Mogi está sendo investigado

quinta-feira, 9 de maio de 2019
WhatsApp
LinkedIn

Delegacia Ambiental investiga suspeita de crimes ambientais em condomínio de alto padrão em Mogi

Segundo delegado Francisco Del Poente, há descarte de resíduos domésticos sem tratamento e houve um flagrante de máquinas que desassoreavam um lago sem licenciamento. Condomínio afirma que "há inverdades" e que está discutindo internamente a situação e fazendo o levantamento de documentos

A Delegacia de Meio Ambiente de Mogi das Cruzes investiga suspeita de crimes ambientais em um condomínio de alto padrão no município. Segundo o delegado Francisco Del Poente, policiais flagraram dois crimes ambientais no Real Park: descarte de resíduos domésticos sem tratamento em um curso d´água e máquinas que desassoreavam um lago sem licenciamento.

A direção da Associação do Residencial Real Park informou que está discutindo internamente a situação e fazendo o levantamento dos documentos referentes aos casos citados nos arquivos do condomínio. Além disso, a administração afirmou que "há inverdades no que foi divulgado".

O titular da Delegacia de Meio Ambiente foi até o local depois de receber uma denúncia. Lá, ele afirmou ter encontrado uma estação de tratamento de esgoto descartando resíduos domésticos 'in natura' em um curso de água ao lado do condomínio.

Segundo o boletim de ocorrência, a estação de tratamento "está saturada e aparentemente não cumpre com sua função". Além disso, de acordo com o delegado, o representante do condomínio não apresentou a licença ambiental para operar a estação. Dois peixes mortos foram encontrados.

Em outro ponto do condomínio, duas máquinas realizavam o desassoreamento de um lago, também sem o licenciamento ambiental, segundo a polícia. As máquinas foram apreendidas e foi requisitada perícia no local.

O caso foi registrado como crime ambiental, com as naturezas impedir ou dificultar a regeneração natural de florestas e por construir estabelecimento potencialmente poluidores.

Fonte: g1.globo.com

Aviso importante:

O conteúdo exibido nesta seção é gratuito, e apresenta caráter meramente informativo. O Portal SíndicoNet não se responsabiliza pelo conteúdo, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal SíndicoNet se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins. Em caso de dúvidas, é indispensável a consulta a um advogado ou especialista.
Para saber mais, acesse nosso Regulamento de Uso.

Depoimentos

próximo
Receba nossos Boletins

Mantenha-se Informado com as últimas notícias da área em seu email:

{{errorMessage}}

Assinatura efetuada com sucesso!

carregando...